Novos nomes para duas estações do BRT Transcarioca

Medida foi tomada após alerta do DIA

Por O Dia

Rio - Após o DIA alertar, na sexta-feira, sobre o risco de confusão envolvendo nomes de estações do BRT Transcarioca, o prefeito Eduardo Paes publicou, nesta quarta-feira, decreto complementando o nome de duas das estações citadas na reportagem, como a de Madureira.

Antes batizada apenas como Manaceia, em homenagem ao compositor portelense, agora a estação será chamada oficialmente de Madureira-Manaceia. O tradicional bairro estava fora da lista de estações, viadutos e terminais que foram homenageados na Transcarioca. Já a estação Cacique de Ramos, que lembra o famoso bloco de Carnaval, foi rebatizada como Olaria-Cacique de Ramos.

Estações estão na reta final das obras para inauguração dia 2Paulo Araújo / Agência O Dia

As alterações têm objetivo de facilitar a localização de turistas e cariocas que utilizarão o sistema de ônibus articulados. Também mencionados na reportagem, os viadutos Renatinho Partideiro e Silas de Oliveira não tiveram os nomes adaptados, assim como os terminais Paulo da Portela, em Madureira, e Bandeira Brasil, na Taquara. A estação Pastor José Santos, na Penha, também não passou por alteração.

Segundo a prefeitura, a construtora Andrade Gutierrez, responsável pelas obras da Transcarioca, arcará com os custos para consertar rachaduras que apareceram na faixa exclusiva destinada aos ônibus — o incidente ocorreu antes mesmo da inauguração do corredor expresso. A construtora alegou que as rachaduras foram ocasionadas por concessionárias de serviços públicos que também atuam no trecho da obra e demandaram intervenções que impactaram no solo.

Últimas de Rio De Janeiro