Seop combate ambulantes irregulares e depósitos clandestinos na Central

Ação visa estourar depósitos e três já foram fechados. Houve tumulto entre camelôs e guardas municipais durante ação

Por O Dia

Rio - Agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública, com o apoio de guardas municipais, realizam na manhã desta terça-feira uma operação para combater o comércio de ambulantes irregulares e estourar depósitos clandestinos na região da Central do Brasil, no Centro do Rio. Houve tumulto durante a ação, que provocou pânico em quem passava pelo local. Três estabelecimentos clandestinos já foram fechados.

Os agentes visam estourar depósitos clandestinos de mercadorias de ambulantes irregulares na Rua Coronel Audomaro Costa, próximo ao Terminal Rodoviário Américo Fontenelle. De acordo coma a Seop, três construções irregulares erguidas em via pública também foram destruídas. No início da operação, houve tumulto após alguns ambulantes, inconformados com a ação, começarem a jogar pedras nos agentes e queimar papelão nas vias. Ninguém teria ficado ferido, segundo a secretaria.

Seop apreendeu grande quantidade de material em depósitos clandestins na região da Central do BrasilDivulgação

Até o momento, a fiscalização apreendeu nos depósitos estourados 4.610 bebidas, 300 kg de biscoitos, 19 carrinhos de mercadorias, oito carroças, cinco triciclos e 100 mídias. Foram retiradas 30 toneladas de mercadorias dos estabelecimentos interditados.

Fiscais de Atividades Econômicas interditaram os depósitos por falta de alvará de funcionamento. Técnicos da Light, que vistoriaram o local, constataram que também havia furto de energia e desligaram três 'gatos'.

Construções clandestinas também foram destruídas pela SeopDivulgação

Um estacionamento irregular também foi alvo da fiscalização com seis veículos rebocados nas imediações da Central do Brasil. Desde julho do ano passado, 34 depósitos clandestinos foram desativados em operações da Seop.

Ainda segundo o Seop, os depósitos clandestinos fechados não tinham a menor condição para armazenar produtos. Um número ainda não contabilizado de mercadorias também foi apreendido. A ação continua em andamento. Policiais do 5º BPM (Praça da Harmonia) e do Choque apoiam a operação do Seop, assim como agentes da Seconserva com apoio da Comlurb.

Últimas de Rio De Janeiro