Que tal engenheiro(a) da Aeronáutica (ITA)?

A sociedade civil organizada tem feito a diferença, com sua atuação por políticas públicas no Brasil. A população afro-brasileira, neste campo, é a que mais tem conquistado vitórias!

Por Frei David Santos e Wesley R. B. Santos Do Educafro

-

A sociedade civil organizada tem feito a diferença, com sua atuação por políticas públicas no Brasil. A população afro-brasileira, neste campo, é a que mais tem conquistado vitórias!

Veja agora mais uma: estamos lançando o Itafro. Trata-se de um cursinho de tempo integral, cujo objetivo é aumentar as possibilidades de negros(as) ingressarem no ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica).

O Itafro terá uma reserva de 50% de vagas só para mulheres negras! O ITA tem um baixo índice de inclusão de mulheres. Esta ação afirmativa para mulheres negras quer dialogar e mudar a realidade dentro do Instituto.

O bacana é que o ITA está aberto para esse novo momento! A direção sabe que incluir é um ato de amor à humanidade! Iniciaremos com dois núcleos: um na cidade do Rio e outro em São Paulo. Para participar do processo seletivo inscreva-se ainda hoje, no site itafro.educafro.org.br

Haverá uma seleção para detectar os que estão mais determinantemente entusiasmados(as) pela possibilidade de ingressar no ITA. Será fornecido almoço, diariamente, para todos os selecionados. Para incentivar o estudo com dedicação total, teremos provas diárias e delas tiraremos uma média que vai definir o prêmio semanal de cada um.

Por exemplo: quem tirar como média semanal a nota 5, terá um incentivo de R$100; quem tirar nota 8, incentivo de R$160; quem tirar a nota 10, incentivo de R$200. Queremos selecionar as pessoas 100% disponíveis e determinadas para a vitória!

Quem opta em seguir a carreira militar recebe, em média, R$4 mil mensais durante o tempo de estudo. A Educafro, querendo ver os (as) afro-brasileiros (as) entusiasmados (as) por mais esta conquista, lança esta nova ferramenta de empoderamento, o Itafro.

Depois de muitas estratégias o movimento social afro conseguiu que o Supremo Tribunal Federal, em abril de 2018, determinasse que todos os Institutos Superiores ligados às Forças Armadas adotem cotas para negros. Neste primeiro vestibular do ITA com cotas, teremos 22 vagas reservadas para jovens negros!

Só agora em julho de 2018 o ITA confirmou que irá acatar a decisão do STF e vai adotar inclusão de negros(as). Isto já para o vestibular deste ano. O ITA existe há mais de 60 anos e, entre os formados, nem 3% são negros(as), num país onde somos 54% da população.

É justamente esta realidade que o ITA, adotando cotas, quer mudar! Estamos juntos!

Galeria de Fotos

Frei David Divulgação

Comentários

Últimas de Opinião