Felipe Goulart: Benefícios da atividade física após os 40 anos

Com o corpo "funcionando" e queimando calorias, a gordura e o açúcar não ficam acumulados no corpo em forma de gordura, pois eles são o principal combustível do corpo durante a prática de exercícios

Por O Dia

Felipe Goulart
Felipe Goulart -

Rio - A medida que passamos da nossa maturação sexual (pós-puberdade), nosso corpo começa a diminuir a produção hormonal e isso traz a reboque a diminuição da massa muscular, retardamento do metabolismo e consequentemente aumento de peso. Nas mulheres isso fica ainda mais evidente com a aproximação da menopausa.

A atividade física é uma importante ferramenta para mantermos as nossas taxas hormonais regulares e manter nosso corpo saudável, além de trazer uma série de outros benefícios.

No lado fisiológicos, ao realizarmos exercícios físicos regulares ativamos a produção hormonal e o corpo consegue manter níveis excelentes de massa muscular e taxas hormonais, reduzidos após os 40. Quem pratica atividade física também é mais feliz, isso se deve à liberação da serotonina e da oxitocina, responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar.

Se movimentar também é bom para prevenir doenças. A partir dos 40, em média, a baixa hormonal associada à um estilo de vida sedentário pode facilitar o desenvolvimento de uma série de doenças, além da obesidade.

O sobrepeso e a obesidade aumentam consideravelmente o risco de doenças cardíacas, hipertensão, diabetes, esteatose (gordura no fígado), hérnias de disco, dentre outras.

Os gastos bilionários com os remédios subsidiados pelo governo nas farmácias populares poderiam ser drasticamente reduzidos se boa parte da população praticasse atividade física regular.

Com a prática da atividade ocorrem algumas importantes adaptações: o corpo metaboliza melhor o oxigênio, melhorando a eficiência respiratório e cardíaca. Com um coração mais eficiente, as chances de infarto são reduzidas em até 70%.

Com o corpo "funcionando" e queimando calorias, a gordura e o açúcar não ficam acumulados no corpo em forma de gordura, pois eles são o principal combustível do corpo durante a prática de exercícios; dessa maneira dê adeus ao diabetes, as altas taxas de colesterol.

Por fim, mas não menos importante, a atividade física integra as pessoas! Praticar atividade física pode leva-lo a outros ambientes, ajudar a estabelecer vínculos e criar laços. Em um mundo cada vez mais individualizado, isso é uma poderosa arma.

Com isso em mente, basta selecionar a atividade que mais se identifique e correr para o abraço, mas não esqueça de consultar um Profissional de Educação Física devidamente registrado no CREF para te orientar na escolha e na execução das atividades. Lembre-se, a melhor atividade é aquela que se enquadra na sua rotina de vida e te dá prazer. Bons treinos!

Felipe Goulart é mestre em Ciências da Atividade Física do Studio Vida

Comentários

Últimas de Opinião