Rio

Centro religioso é incendiado e tem imagens destruídas em Nova Iguaçu

Espaço de culto à religião africana foi invadido na noite desta quarta-feira. Responsável pelo local disse que delegado se negou a fazer registro de intolerância religiosa

Espaço de Nova Iguaçu foi incendiado e imagens religiosas destruídas WhatsApp O DIA (98762-8248)

Rio - Um templo religioso dedicado à religião africana foi incendiado e teve imagens destruídas, na noite desta quarta-feira, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na noite desta quarta-feira. O responsável pelo espaço disse se tratar de crime de intolerância religiosa, mas o caso foi registrado como dano violação de domicílio e dano. 

Segundo Bruno Pereira, a 52 DP (Nova Iguaçu) se negou a registrar um caso de intolerância religiosa. “O delegado disse que não podia enquadrar na intolerância porque não tinha provas de que alguém pulou e ateou fogo”, lamenta o responsável pelo templo.

Para o abalawo e interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, Ivanir dos Santos, a atitude do delegado não foi correta. “Não é invasão de domicílio. Ali é um centro religioso. No mínimo deveria ser tipificado como profanação de imagem”, explica

Segundo Pereira, há sete anos, o centro já havia sido invadido. “Estou virando mais um na estatística, já fui uma vez e estou voltando a ser”, desabafa. “A festa que aconteceria aqui, no sábado, e estava toda divulgada, vai ter que ser adiada”, completa.

Templo religioso incendiado em Nova Iguaçu. Responsável diz que caso é de intolerância Reprodução Facebook


Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        teste
        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie