Rio

Avô é preso por estuprar e matar a neta, de 7 meses

Depoimento da mãe da criança foi fundamental para desvendar o caso. Ela revelou que foi abusada pelo próprio pai quando tinha 12 anos

Rio - Policiais da 58ª DP (Posse) prenderam em flagrante, na madrugada desta quinta, um homem de 52 anos acusado de abusar sexualmente da própria neta, um bebê de apenas 7 meses. A menina morreu na noite de quarta-feira após dar entrada no Hospital Geral de Nova Iguaçu. O laudo da perícia constatou uma lesão (rompimento e ferida) no ânus da criança.

A unidade de saúde comunicou o fato para a distrital, logo ao tomar conhecimento do resultado da morte. Agentes começaram a ouvir os familiares do bebê. Segundo o delegado Adriano Firmo França, titular da 58ª DP, o depoimento da mãe da criança foi fundamental para desvendar o caso. Ela revelou que foi abusada pelo próprio pai quando tinha 12 anos.

Em seguida, inspetores da 58ª DP foram até a casa do acusado, no bairro Rancho Novo, onde levaram o avô da menina para prestar depoimento. De acordo com o responsável pela distrital, o acusado confessou o crime contra a filha. No entanto, negou ter abusado da própria neta.

“Ficou comprovado que ele estava com a neta na hora do abuso, além do seu histórico de abusos, aliado ao histórico hospitalar e ao laudo. A soma desses indícios foi suficiente para formar a convicção”, afirmou o delegado, que fez a autuação em flagrante por estupro de vulnerável, com resultado de morte.

Sobre a filha, o acusado disse que ficava excitado quando a via, ainda menina, mantendo relações sexuais com o namorado e, depois, abusava da garota. 

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie