Rio

Exame confirma febre amarela em macaco morto em Macaé

Animal foi encontrado no Parque Atalaia na última terça-feira

Rio - Um exame confirmou que um macaco bugio, encontrado morto no Parque Atalaia, em Macaé, na última terça-feira, estava com febre amarela. A informação foi confirmada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) nesta sexta-feira. De acordo com a prefeitura, o local permanece fechado desde o mês passado, quando o primeiro caso da doença foi anunciado em Casimiro de Abreu.

Dois macacos mortos foram encontrados no Parque Municipal Atalaia Divulgação

O município destacou que a campanha de vacinação contra a febre amarela foi intensificada na serra, principalmente nos arredores do parque. Segundo a prefeitura de Macaé, moradores que não forem encontrados em casa devem ir à unidade de saúde de Córrego do Ouro. 

Em nota publicada no site, a prefeitura reforçou que mais de 160 mil pessoas já foram imunizadas. "Quem ainda precisar ser imunizado contra a febre amarela deve procurar o posto da Estratégia Saúde da Família (ESF) mais próximo de sua residência para realização de cadastro. No caso de não haver uma ESF perto de casa, procurar a Casa da Vacina (Rua Antero Perlingeiro, 76 - Centro). Para realização do cadastro, é necessária a apresentação do comprovante de residência. O atendimento ocorre segunda a sexta, das 8h às 17h", disse.

Exame confirma morte de homem por febre amarela em hospital de Itaperuna

Um homem, de 33 anos, morreu por febre amarela no Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, no Noroeste do Rio. O caso ocorreu no dia 26 de fevereiro, mas a suspeita da doença só foi confirmada na noite da última segunda-feira, após divulgação do resultado de um exame coletado pelo Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels.

Esse já a terceira morte por febre amarela no Estado do Rio. A Secretaria Municipal de Saúde ressaltou que a vítima era moradora de Porciúncula, que fica a 50 km de Itaperuna. Em nota oficial publicada no Facebook, o secretário de Saúde, Alexandre Martins, afirmou que não existe nenhum caso suspeito da doença na cidade.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie