Rio

Informe: Paes promoveu festa que custou R$ 200 mil aos cofres públicos

Confraternização reuniu secretários e servidores municipais em dezembro

Rio - Prestes a deixar o governo após não ter emplacado o sucessor, o ex-prefeito Eduardo Paes (PMDB) promoveu uma festa que custou R$ 200 mil aos cofres públicos. A confraternização, que reuniu secretários e servidores municipais, ocorreu no dia 22 de dezembro e foi organizada pela empresa MKT Plus, vencedora da licitação.

O episódio, agora, transforma-se em mais um capítulo da troca de acusações entre a equipe do prefeito Marcelo Crivella (PRB) e a de Paes. A prefeitura diz que o peemedebista repassou a despesa com o rega-bofe para a atual gestão. O valor faria parte das ordens de pagamento canceladas por Paes na reta final do mandato. Como o Informe revelou com exclusividade, em março, o cancelamento dos empenhos é investigado pelo Tribunal de Contas do Município.

Argumento

Por meio de sua assessoria, Paes respondeu: “Tudo foi pago ao tempo do mandato. E o que não foi, restou a devida cobertura para o prefeito atual”.

O antiCrivella

Átila Nunes (PMDB) tem sido chamado por amigos de “o antiCrivella”. É que o deputado estadual dedica boa parte do tempo a criticar o prefeito na Assembleia Legislativa e nas redes sociais. Adepto da umbanda, o peemedebista acusa Crivella de dificultar cerimônias religiosas por conta de decreto que regulamentou a realização de eventos na cidade. 

O nome do pai

Filho de Crivella, Marcelo Hodge Crivella decidiu alterar o nome nas redes sociais. Agora, apresenta-se como Marcelo Crivella Filho. Pré-candidato a deputado federal no ano que vem, avalia que a mudança facilita ao eleitorado a associação com o pai.

Boletim médico

Afastado da Alerj, o presidente da Casa, Jorge Picciani, passará por cirurgia depois de amanhã para a retirada da bexiga e da próstata. Também presidente do PMDB-RJ, o cacique já vinha se submetendo a sessões de quimioterapia para combater um tumor de15 milímetros na bexiga.

Previsão

A amigos, Picciani tem dito que espera retornar às atividades parlamentares em setembro.

Cargos

Adversários do deputado estadual Zaqueu Teixeira (PT) reclamam com o governador Pezão. Dizem que o petista não pode manter as indicações no Detran de Queimados se tem batido tanto no governo.

‘Cabide de emprego’

Vereador de Niterói, Jordy (PSC) critica a criação da Controladoria-Geral do Município, que tem status de secretaria. “Já são 48 pastas. Precisa de mais uma?”

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie