Rio

Hospital recebe reforço de segurança após denúncia de resgate de traficante

Chefe do tráfico de drogas da comunidade Santa Marta, Mãozinha foi baleado em confronto no dia 29 e está sob custódia no hospital

Rio - A Polícia Militar reforçou a segurança do Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul do Rio, na madrugada desta quinta-feira, após receber a denúncia de que traficantes planejavam invadir a unidade para resgatar o chefe do tráfico de drogas da comunidade Santa Marta.

Hospital Miguel Couto, na Gávea, recebeu reforço de policiamento Divulgação/Prefeitura do Rio/Nelson Duarte

Conhecido como Mãozinha, Marco Polo Lopes Lima dos Santos foi baleado em confronto, no último dia 29, e está sob custódia no hospital. De acordo com a corporação, a medida foi adotada por precaução, mas não houve nenhum ataque à unidade na madrugada.

Traficante Fat Family resgatado no Souza Aguiar

Em junho no ano passado, o traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, foi resgatado do Hospital Souza Aguiar, no Centro, por cerca de 20 criminosos armados. No resgate do líder do tráfico no Morro Santo Amaro, na Glória, um homem que seria atendido no hospital morreu e outros dois inocentes ficaram feridos, em uma ação em que houve, pelo menos, 40 tiros. Fat Family era um dos criminosos mais procurados do estado e foi morto em setembro de 2016, em operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia CIvil no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo.


Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie