Rio

Menores suspeitos de participação na morte de PM em assalto são apreendidos

Eles foram baleados nas pernas e estavam perto de carro com um corpo na mala. Menores confessaram crime e teriam sido punidos pelo tráfico

Rio - Dois menores foram apreendidos, na manhã deste sábado, suspeitos de participação na morte da cabo da PM Elisângela Bessa Cordeiro, de 41 anos, durante a madrugada de hoje. Eles estavam baleados nas pernas e foram deixados perto do Complexo da Pedreira, em Costa Barros, ao lado de um veículo onde tinha um corpo no porta-malas. Segundo a polícia, ambos confessaram o crime, o que teria provocado retaliação de traficantes da Pedreira.

Cabo da PM Elisângela Bessa Cordeiro voltava para casa quando sofreu tentativa de assalto em Coelho Neto Reprodução Facebook

Policiais do 16º BPM (Olaria) foram acionados após serem informados que a dupla tinha dado entrada no Hospital Getúlio Vargas, na Penha. Segundo a PM, ao lado dos menores no carro teria um cartaz dizendo "serem ladrões e matadores de polícia". A Delegacia de Homicídios (DH-Capital) investiga o caso.

A cabo da PM Elisângela Bessa Cordeiro, do 5º BPM (Praça da Harmonia), foi abordada por bandidos que tentaram roubar seu carro quando passava com o marido de carro na Avenida Martin Luther King Jr., esquina da Avenida Brasil, em Coelho Neto, na Zona Norte, na madrugada de hoje.

Os bandidos dispararam e a policial foi atingida na cabeça. Ela chegou a ser socorrida no Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio, mas acabou não resistindo. Seu marido não ficou ferido. Com a morte da cabo Elisângela chega a 96 o número de PMs mortos este ano.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie