Rio

PM é morto a tiros por cunhado no quintal de casa na Baixada

Número de policiais militares assassinados sobe para 97 somente este ano

PM Vaine Luiz dos Santos Ferreira, 33 anos, foi morto em Nilópolis WhatsApp O DIA (98762-8248)

Rio - Mais um policial militar foi morto a tiros. Desta vez, o PM Vaine Luiz dos Santos Ferreira, de 33 anos, foi assassinado no quintal de casa pelo próprio cunhado, na Rua Benedito Meireles, no Morro da Mina, em Nilópolis, na Baixada Fluminense, na tarde deste sábado. Segundo a Polícia Civil, a vítima era lotada na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Caju.

Com este caso, o número de militares mortos apenas este ano subiu para 97 no estado. Os militares do 20º BPM (Mesquita) chegaram a ser acionados para o local. De acordo com a Civil, o autor do crime, que mora no mesmo terreno da vítima, fugiu. Ele foi identificado como Marcelo de Moura Maciel e, ainda segundo a polícia, é guarda municipal do Rio.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) está investigando o caso. Vaine estava na Polícia Militar há quatro anos. 

Em nota, a Guarda Municipal do Rio lamentou o caso e disse que a Corregedoria da instituição "já iniciou apuração interna". O órgão afirmou que "acompanhará as investigações da Polícia Civil para tomar as medidas administrativas" em relação a Marcelo.

Três policiais morrem em menos de 24 horas no Rio

Em menos de 24 horas, dois policiais militares e um policial da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) foram mortos no estado, entre a tarde de sexta-feira e a madrugada deste sábado, engrossando uma triste estatística. 

A cabo da PM Elisângela Bessa Cordeiro, 41 anos, do 5º BPM (Praça da Harmonia), foi abordada por bandidos que tentaram roubar seu carro quando passava com o marido de carro na Avenida Martin Luther King Jr., esquina da Avenida Brasil, em Coelho Neto, na Zona Norte, na madrugada de hoje.

Os bandidos dispararam e a policial foi atingida na cabeça. Ela chegou a ser socorrida no Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), no Estácio, mas acabou não resistindo. Seu marido não ficou ferido.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie