Rio

Informe: Porto Novo volta a cuidar de manutenção e obras da Zona Portuária

Após renegociação com a prefeitura, concessionária ficará encarregada da tarefa até 30 de junho de 2018

Rio - Sem atuar desde julho por falta de recursos, a concessionária Porto Novo voltará a cuidar da manutenção e das obras de infraestrutura da Zona Portuária a partir de amanhã. Após renegociação com a prefeitura, a Porto Novo ficará encarregada da tarefa até 30 de junho de 2018.

Além disso, uma nova atração, bem chamativa, será instalada na área: uma roda-gigante de 88 metros no trecho entre o AquaRio e a Cidade do Samba. A iniciativa já foi acordada entre a prefeitura e um grupo empresarial, e as obras onde hoje funciona um estacionamento devem começar em janeiro.

Marcelo Crivella (PRB) quer, ainda, municipalizar o Cais da Gamboa o trecho que vai do Restaurante Ancoramar até a altura da Rodoviária Novo Rio pertence ao governo federal.

Municipalização

"Já há tratativas com o Ministério dos Transportes e Portos. A ideia é fazer um grande boulevard nesses seis quilômetros junto à Baía de Guanabara, com quiosques e área de lazer", diz Antonio Carlos Barbosa, presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto, vinculada à prefeitura.

R$ 83 milhões

Por falta de dinheiro no Fundo de Investimento Imobiliário Porto Maravilha, da Caixa Econômica Federal, o consórcio Porto Maravilha, da qual o banco faz parte, não estava conseguindo manter as atividades da Porto Novo, e problemas na conservação já eram vistos. A prefeitura fez, então, um acordo para viabilizar a retomada da manutenção pela concessionária: "Compramos R$ 83 milhões em cota do Fundo de Investimento. O Porto Maravilha não só nos pagará esse valor no ano que vem como também terá dinheiro para manter a Porto Novo a partir do segundo semestre de 2018", diz Barbosa.

Minha Casa Minha Vida

A Caixa Econômica autorizou a construção de 199 apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida na Rua do Livramento e de 66 na Silvino Montenegro, na Zona Portuária. Os imóveis serão destinados a famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil.

Indio quer Baixada

A construção desses prédios deve começar no primeiro semestre de 2018. Responsável pelas obras, o secretário municipal de Infraestrutura, Indio da Costa (PSD), foi ontem a São João de Meriti participar de evento do PHS sobre... Segurança Pública. Pré-candidato ao governo estadual, tenta atrair partidos para a coligação e busca um nome da Baixada para compor sua chapa seja como vice-governador, seja em uma vaga ao Senado.

Aliás

Indio almoçou com Beltrame na sexta. No cardápio... Segurança Pública.

Saúde: votação é hoje

Sabe o estudo do Tribunal de Contas do Município, divulgado aqui no dia 1º, que critica a falta de repasse da prefeitura para a Saúde? O relatório final, de autoria do conselheiro José Moraes, não poupa críticas à prefeitura e será votado hoje pelo plenário da corte. Em seu voto, Moraes cita uma decisão do ministro decano do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, que diz que, quando há dificuldade orçamentária, a Saúde tem que ser priorizada. O texto foi distribuído ontem aos outros seis conselheiros.

Dia quente no tribunal

Secretária de Fazenda, Maria Eduarda Gouvêa vai hoje ao TCM prestar esclarecimentos sobre o fluxo de caixa da prefeitura.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie