Rio

Família é feita refém em condomínio após confronto em Fazenda Botafogo

Após negociação, dupla se entregou e vítimas não ficaram feridas. Suspeito morreu e dois policiais foram baleados antes em tiroteio na Avenida Brasil

Rio - Uma família foi feita refém dentro de um condomínio em Fazenda Botafogo, na Zona Norte, após um confronto entre PMs e bandidos que terminou com um criminoso morto, quatro presos e dois policiais baleados, no início da madrugada desta quarta-feira na Avenida Brasil. Três fuzis, uma pistola, munições e coletes foram apreendidos.

Policiais apreenderam três fuzis, uma pistola, munições e coletes com os bandidos Divulgação

Dois dos presos fugiram para o conjunto habitacional e entraram na casa de uma família. Após negociação que também envolveu o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e a mãe de um dos suspeitos, a dupla se entregou. As vítimas não foram feridas.

Bandidos se entregam após fazerem família refém em Fazenda Botafogo Divulgação

De acordo com a polícia, a perseguição começou na altura de Acari quando dois carros passaram em alta velocidade por uma equipe policial. Outros policiais que estavam na região de Fazenda Botafogo interditaram a Avenida Brasil. Os criminosos desceram dos veículos e começaram a atirar nos PMs. 

Um dos criminosos presos foi baleado e socorrido para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha. Já os policiais foram levados inicialmente para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, e depois transferidos para o Hospital da PM. Não há informações sobre o estado de saúde deles. Um quinto bandido morreu no local do confronto.

Entre os presos estão Jonatan Ferreira dos Santos, o "Sobrinho"; Carlos Henrique da Silva, o "Tiném" ou "Tineném"; Alexsandro Miranda da Silva, o "Dando"; e Edison Matos da Silva Junior, o "Neguinho". Segundo informações do setor de inteligência, os quatro formam a principal quadrilha de roubo de cargas e veículos na área do Complexo do Chapadão, na Zona Norte.

Ainda de acordo com a polícia, "Sobrinho" também é suspeito de envolvimento na morte de policiais militares e chefiava o tráfico de drogas na comunidade do Gogó da Ema, no Complexo do Chapadão. Já "Dando" estaria envolvido na morte do cabo Alan Martins, do 41ºBPM (Irajá), ocorrida em 24 de outubro deste ano. Ele também é apontado como o líder da comunidade do Roseiral, em Belford Roxo.

Os bandidos estavam fortemente armados. Foram apreendidos um fuzil AR-10, um fuzil FAL 762, um fuzil AK-47, 21 carregadores com munições para as armas, um carregador pente de goiabada, 270 munições de 762 e três coletes balísticos. A ocorrência foi encaminhada para registro na Central de Garantias Norte.

Carro em que bandidos estavam ficou destruído e cheio de sangue Divulgação


Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie