Rio

Acusado de agredir a esposa, Naldo é preso com arma

Após ser liberado, funkeiro vai direto cantar em festa da PM

Naldo faz show após prisão Reprodução Internet

Rio - Algumas horas depois de ser detido ontem em flagrante por posse ilegal de arma e de ter sido denunciado por agressão à mulher, Ellen Cardoso, conhecida como Mulher Moraguinho, o cantor Naldo Benny pagou fiança e foi solto. Ainda na delegacia, fez selfies com os policiais que o tietaram e, de lá, seguiu para fazer show na festa de fim de ano do 18º Batalhão da PM (Jacarepaguá).

No sábado, Ellen registrou queixa sobre a agressão na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), em Jacarepaguá. Ainda na denúncia, Moranguinho disse à polícia que o cantor teria uma arma não registrada em casa. Ontem, pela manhã, já com o mandado expedido pela Justiça, a delegada Viviane Costa, da Deam, comandou ação de busca e apreensão na casa de Naldo, onde a equipe encontrou uma pistola e munição, escondida na cama do casal.

Como o crime de posse ilegal de arma é afiançável, ele pagou a fiança e foi liberado, no início da tarde, para responder em liberdade. O Ministério Público já apresentou denúncia à Justiça com base na chamada Lei Maria da Penha, de violência doméstica contra a mulher, além do porte ilegal de arma.

Ontem, à tarde, a Justiça aprovou também medidas protetivas para a esposa. Segundo o depoimento de Ellen, após uma briga do casal, ele a agrediu com socos, chutes e puxões de cabelo. A esposa do cantor contou que as agressões do artista já aconteciam há sete anos, desde antes do casamento dos dois, e seriam motivadas por ciúmes.

Caso o cantor descumpra a ordem judicial, ele poderá ser preso preventivamente. As medidas protetivas determinam que Naldo saia da casa onde o casal vivia e que mantenha distância mínima de 100 metros da mulher e de familiares dela. Além disso, qualquer contato com a esposa e familiares dela estão proibidos.

Após pagar a fiança, Naldo deixou a delegacia por volta das 15h com o filho, Pablo Jorge, o irmão e empresário, Rick, e sua equipe para fazer o show na festa do 18º BPM, que foi realizada no espaço Lornier, em Vargem Pequena.

Nas redes sociais, as esposas dos policiais militares postaram fotos do show de Naldo, que aconteceu por volta das 16h, confundindo as pessoas que achavam que o cantor ainda estava preso. No vídeo publicado pelo irmão do cantor, Naldo ainda aparece de aliança. No seu perfil no Whatsapp, a Mulher Moranguinho também estampa uma foto onde aparece ao lado do marido.

Procurada pelo DIA, a PM não respondeu quem pagou pela apresentação do cantor. O empresário de Naldo também não informou se foi cobrado cachê e quem teria feito o pagamento. A PM acrescentou que a apresentação de Naldo estava contratada há mais de um mês, assim como a de outros artistas.

Atração no Réveillon

O cantor Naldo Benny é uma das atrações anunciadas para o show de Réveillon em Copacabana. A prefeitura não informou se, após as denúncias de agressão, irá cancelar a participação do funkeiro.

A assessoria de comunicação da Riotur, que organiza a festa, informou que o órgão "tomou ciência do ocorrido através da imprensa, que vai conversar com o empresário do Naldo a respeito e aguardar os desdobramentos do caso". O tema da festa de fim de ano em Copacabana será "o abraço".

*Da repórter Bruna Fantti com o colunista Leo Dias e Fábia Oliveira

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie