Rio

Informe: mais recursos para a saúde

Diante da crise que assola a Saúde do Município do Rio, a Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara propôs um remanejamento dos gastos da prefeitura

Rio - Diante da crise que assola a Saúde do Município do Rio, a Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara propôs um remanejamento dos gastos da prefeitura. A intenção é ajudar especialmente a Secretaria Municipal de Saúde, que na proposta da comissão vai contar com R$ 209,4 milhões para reforço do orçamento.

Desse total, R$ 147 milhões virão de remanejamento interno das secretarias; R$ 12,4 milhões, de emendas de vereadores e R$50 milhões de um empréstimo que a prefeitura vai fazer para investimentos e compra de equipamentos.

Cortes

Entre os cortes sugeridos pela comissão, R$ 18,8 milhões seriam feitos no projeto de expansão da rede de espaços culturais, de um total de R$ 31,9 milhões da dotação orçamentária inicial. Restariam apenas R$ 13,1 milhões pela proposta. Dos R$ 26,3 milhões gastos com publicidade pela prefeitura, a comissão propõe um corte de R$ 15,5 milhões, sendo destinados apenas R$ 10,8 milhões para a área de comunicação. Já na área de Eventos e Projetos, o enxugamento proposto é de R$ 7,6 milhões. Pela comissão, seriam destinados apenas R$ 5,3 milhões, do total de R$ 12,9 da dotação orçamentária.

Trabalho conjunto

As reuniões entre a comissão e o secretariado terminaram esta semana. "Na próxima terça, vamos apresentar essa proposição aos vereadores para discutir as emendas. Estamos trabalhando nisso junto com todas as secretarias há mais de um mês. Ajudamos a fazer um planejamento responsável, priorizando e cortando gastos", explicou a vereadora Rosa Fernandes, presidente da comissão.

Triste coincidência

No mesmo dia em que um homem morreu após a queda de um elevador no Cadeg, o vereador Célio Lupparelli (DEM) enviou um requerimento para a prefeitura pedindo informações se a Lei 126/13 (de Autovistoria) está sendo mesmo cumprida.

Santo forte

Ontem, o comentário na Alerj era de que o prefeito de Caxias, Washington Reis (PMDB) tem o santo forte. Condenado a sete anos, dois meses e 15 dias em regime semiaberto, pela Ação Penal 618, por crime ambiental, o processo foi adiado mais uma vez pelo Supremo Tribunal Federal. Dia 13, faz um ano da condenação do prefeito.

Prêmio

Hoje, a primeira-dama do Município do Rio, Sylvia Jane Crivella, abrirá as portas do Palácio da Cidade para agradecer aos apoiadores e patronesses que contribuíram para os eventos beneficentes que realizou. Cada um vai receber o troféu 'Transformando meu quadrado', projeto criado por ela voltado para ações sociais com crianças, jovens, mulheres e idosos em situação de vulnerabilidade social. Um dos homenageados é o jornalista Paulo Cappelli, o titular do Informe.

Liberado

Pacientes de câncer de mama metastático nas unidades públicas do Brasil passarão a receber o Pertuzumabe, medicamento que inibe o crescimento celular. Graças à publicação da Portaria 57 do Ministério da Saúde, a droga é considerada um dos melhores tratamentos disponíveis. Se fosse produzida no país, teria custo menor e seria mais acessível.

 

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie