A geração de ouro de Itaguaí

Grupo de atletas treinados pelo professor Adelson Santos acumulam títulos no futsal e no futebol de campo. Daniel e Vitor Hugo, hoje nas categorias de base do Botafogo, são os destaques

Por Herculano Barreto Filho

Equipe ergue o troféu após conquista do título
Equipe ergue o troféu após conquista do título -

Uma geração de ouro está empilhando medalhas no futebol e no futsal em Itaguaí. A última conquista ocorreu no dia 28 de julho, quando os meninos treinados por Adelson Santos conquistaram o hexa da Liga sub-17 Regional Costa Verde ao superar a seleção de Angra dos Reis por 4 a 3, diante da sua torcida o município levou o ouro nas edições de 2012, 2013, 2014, 2015 e 2017. A equipe já havia vencido o primeiro confronto fora de casa por 3 a 0. Organizada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), a competição classifica o município para a Liga sub-17 Estadual.

A base da equipe foi formada quando os atletas ainda eram meninos. O mesmo grupo conquistou três ouros no futsal dos Jogos da Baixada. Nas edições de 2015 e de 2016, levaram o primeiro lugar no sub-14. E, neste ano, ficaram com o título sub-17. A espinha dorsal é formada por Vitor Hugo, Daniel Meireles, Miguel e pelo goleiro Matheus. Vitor Hugo, a estrela do time, atua nas categorias de base do Botafogo e não pôde atuar na Liga Regional. Com isso, Daniel Meireles ganhou espaço para brilhar. Ele foi o craque e o artilheiro da Liga, com seis gols em seis jogos.

Concentração da equipe durante a competição - Divulgação

Professor Adelson Santos orienta os seus atletas - Divulgação

O bom desempenho, aliás, pode ser atribuído a uma alteração tática promovida pelo professor Adelson Santos, que adiantou o seu posicionamento. O meia obediente taticamente, que auxiliava na marcação e ainda articulava as jogadas do time, foi convertido em homem de referência. "O grupo tinha uma carência de atacantes. E, como o Daniel tem um bom aproveitamento em chutes de longa distância, decidi adiantar o posicionamento dele para aumentar o poder de finalização do ataque. Ele ficou mais à vontade em campo e liberado da marcação. Deu certo", analisa Adelson, que formou a base que também deve disputar os Jogos da Baixada de 2019. No futebol e no futsal.

Grupo de jogadores exibe a bandeira do Centro de Educação Moderna, de Itaguaí - Divulgação

Galeria de Fotos

Equipe ergue o troféu após conquista do título Divulgação
Grupo de jogadores exibe a bandeira do Centro de Educação Moderna, de Itaguaí Divulgação
Professor Adelson Santos orienta os seus atletas Divulgação
Concentração da equipe durante a competição Divulgação

Comentários