'Nos preparamos para o futuro', diz Mario Esteves

Prefeito de Barra de Piraí projeta planos para os próximos anos de governo

Por LUIZ ALMEIDA

Prefeito Mario Esteve
Prefeito Mario Esteve -

Rio - Equalizar as finanças e recuperar a capacidade de investimentos. Estes foram os principais desafios de Mario Esteves ao chegar ao comando da Prefeitura de Barra do Piraí. Não por acaso, entre as medidas tomadas logo em janeiro de 2017 estava um duro corte nas despesas do município. Passada a tormenta econômica, o prefeito já projeta planos para os próximos anos de governo. "Estamos preparando a cidade para o futuro, no intuito de criar opções nos negócios, turismo, indústria e no comércio da cidade", avisa.

O DIA: Qual foi o maior desafio ao assumir a prefeitura?

Mário Esteves: A gente assumiu com muita dificuldade. Encontramos a folha de pagamento de 2016 atrasada, a Ligth desligando a luz. Era o caos na administração pública. Assumi com uma dívida de R$ 74 milhões, mas a gente equacionou as despesas e conseguiu finalmente limpar o nome da prefeitura no Cauc (Cadastro Único de Convênios), que é o SPC dos municípios brasileiros e impede as cidades de obterem verbas federais, depois de 12 anos. Equilibramos e pagamos todas as contas. Tínhamos os três hospitais em colapso, com cinco folhas de pagamento atrasadas na Santa Casa. Hoje, eles estão funcionando e devidamente revitalizados, com novos equipamentos. É motivo de orgulho para a nossa administração. Muita coisa mudou em um ano e nove meses. Voltamos a ter capacidade de investimentos, graças também às verbas federais, de parlamentares.

Recentemente, a cidade recebeu aporte financeiro de verbas federais. Onde estão sendo aplicadas? 

Hoje, estamos revitalizando treze escolas, que ganham nova padronização e estão sendo climatizadas. Também estamos construindo a nova Ponte da Roseira, que caiu e era uma obra necessária para a cidade. Os hospitais da cidade também só foram revitalizados graças às verbas parlamentares. Atravessamos o ano de 2017 e agora vamos finalizar 2018 dessa forma. As verbas foram fundamentais. O governo federal também foi importante no parcelamento da dívida da Previdência municipal, que tinha rombo de R$ 36 milhões. E a gente tem incrementado a receita, mas sem aumento de impostos, além de abrir novas oportunidades de negócios na cidade.  

É o caso do futuro polo industrial? 

Exatamente. A gente já fez avaliação do terreno e estamos negociando a desapropriação do espaço. A área tem 400 mil metros quadrados, em uma importante pela localização, que fica na BR-363, ligando o Rio a São Paulo, Espírito Santo, Bahia. Queremos zerar os impostos municipais para as empresas que queiram investir. Vamos ceder a área por meio de licitação e o critério será a geração de empregos. Estamos em uma situação privilegiada e preparamos a cidade para o futuro, no intuito de criar opções nos negócios, turismo, na indústria e no comércio da cidade.

Barra do Piraí é uma das cidades que compõem o Vale do Café, importante pelo turismo histórico. Como a prefeitura tem trabalhado o setor?

Um dos projetos para o setor é a revitalização da antiga estação ferroviária do distrito de Ipiabas. Lá será criado o futuro polo gastronômico da cidade. Outro projeto é a criação de um calendário de eventos anual do município. Afinal, estamos em uma rota internacional do turismo. Temos as fazendas históricas de café, cachoeiras, áreas verdes, as belezas naturais. E, para 2019 e 2020, estão previstos R$ 179 milhões de investimentos em água e esgoto, que vão beneficiar principalmente Ipiabas, que receberá boa parte da verba. 

A segurança tem sido um problema até mesmo das cidades do interior do Estado do Rio, em função da migração da criminalidade, que deixou a capital. Como Barra do Piraí tem enfrentado o problema?

Trabalhamos em parceria com o 10º BPM (Barra do Piraí), sempre de forma a dar suporte em todas as necessidades e ações. Recentemente, trocamos grande parte da frota de veículos da Guarda Municipal. Damos o apoio solicitado, seja para a Polícia Militar, seja para a Polícia Civil. Mas é fato que violência aumentou, mas, felizmente, é muito longe do que ocorre na capital. O empresariado pode ter certeza de que, ao investir aqui, terá segurança e tranquilidade. 

 

Galeria de Fotos

Prefeito Mario Esteve Divulgação
Prefeito Mario Esteve Divulgação
Prefeito Mario Esteve Divulgação
mario esteves Divulgação
mario esteves Divulgação

Comentários

Últimas de O Dia no Estado