O Dia Baixada

Escolas da Baixada querem brilhar para entrar na Série A

Unidos da Ponte e Leão de Nova Iguaçu se preparam para desfilar na Intendente Magalhães

Nova Iguaçu - Não tem luxo, nem verba exorbitária como nas grandes escola de samba da elite carioca, mas sobra vontade, criatividade, vontade de brilhar na avenida e muito amor pelo Carnaval. É assim que as escolas de samba da série B da Baixada Fluminense estão se preparando para os desfiles na Intendente Magalhães, na terça-feira de Carnaval, dia 28 de fevereiro. As tradicionais Unidos da Ponte e Leão de Nova Iguaçu, que já brilharam na Sapucaí, sonham com uma vaga na série A.

Longe da Marquês de Sapucaí há pelo menos dez anos, a Unidos da Ponte, de São João de Meriti, sonha alto: quer voltar a brilhar no principal palco do Carnaval do Rio. Para a folia deste ano, a agremiação aposta na história do cantor e compositor Roberto Ribeiro. A bateria nota 10 do mestre Luygui Bellycoff, 21, será uma atração a parte. Ano passado ele levou a pontuação máxima e ainda ganhou prêmios. “Tem bossas clássicas, mas vai ter uma pitada diferente, especial, mas é surpresa. Só posso dizer que vamos levantar a galera na arquibancada”.

Unidos da Ponte falará sobre o cantor e compositor Roberto Ribeiro Maíra Coelho/Agência O Dia

No que depender de Diego Natural, 33, um dos intérpretes da escola, o samba vai fluir. “Na hora a emoção entra na medida certa, coloco o coração na voz”. Pelo segundo ano consecutivo Silvia Schreiber vai reinar a frente da bateria. Função que desempenha com orgulho. “Meu coração pulsa junto com a bateria. Me apaixonei pela escola”, conta a rainha.

O axé da Leão de Nova Iguaçu vai ser embalado pela força de Xangô em 2017. A Vermelho, ouro e branco irá desfilar com o enredo ‘Ilê Axé Opô Afonjá — O Rei está na terra’, uma homenagem a um terreiro de mesmo nome que fica em São João de Meriti. “Será uma explosão no desfile. Mesmo em meio a dificuldades vamos fazer bonito no Carnaval e conquistar vaga na série A”, afirma o diretor da escola, Will Fernandes. A bateria Rugido do Leão, sob o comando de mestre Bolinha e acompanhado da rainha Luciene Soares, promete muitas surpresas. “Vamos botar para quebrar”, diz Bolinha. “Estou ansiosa demais, não vejo a hora de desfilar pela minha escola do coração”, conta Luciene.

A Ponte será a sétima agremiação a desfilar, seguida pela Leão de Nova Iguaçu. Os ensaios de rua da Unidos da Ponte acontecem todas as quartas-feiras, a partir das 20h, na Av. Getúlio de Moura, 247, Centro de São João. Toda sextas tem ensaio na quadra da Leão, que fica na Rua Mário José da Fraga, 41, Santa Eugênia, Nova Iguaçu, às 21h.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie