O Dia Baixada

Brincadeiras de rua resistem ao tempo

Nada de tablet ou videogame: na Baixada, pique-pega, bola de gude e queimado marcam comemoração do Dia das Crianças

Nova Iguaçu - Pique-pega, esconde-esconde, bola de gude, futebol, queimado e tantas outras brincadeiras que remetem à infância ainda resistem em algumas localidades. Na Rua Arruda Negreiros, em Vila de Cava, bairro de Nova Iguaçu, os moradores sabem que este é um privilégio que poucos desfrutam hoje em dia. O fato é tão valorizado que eles criaram uma festa há dois anos para comemorar o Dia das Crianças e incentivar esta cultura.

Queimado é jogo preferido da maiorias das crianças da Rua Arruda Negreiros, em Vila de Cava, Nova Iguaçu. O futebol, o bambolê e bola gude também tem vez Aline Cavalcante/Agência O Dia

A garotada do bairro deixou de lado os tablets, smartphones e videogames para correr descalça pelas ruas. "Nem ligo para celular, televisão, essas coisas. Brincar é bem melhor", confessa Mary Costabeber.

A ideia de festejar veio das moradoras Silvinha Barbosa e da filha dela, Letícia Aguiar, de 26 anos. "Todos os dias víamos crianças aqui na rua e achava legal, aí resolvemos fazer a festa no Dia das Crianças, a melhor data para celebrar o fato", lembra Letícia.

A contribuição vem dos moradores da rua. A empolgação é tanta, que alguns fazem rifas para arrecadar dinheiro. "Eu arrecado o máximo que dá para fazer a festa destas crianças. Vale a pena", afirma Fernando Luiz, de 60 anos.

As brincadeiras contagiam até os adultos. "A gente entra na deles, relembra a infância e incentiva a viverem o que nós vivemos", conta Michelle Pacheco, que aos 38 anos, constantemente entra na brincadeira com a filha Williani, de 9.

Com a garotada reunida, é comum os desentendimentos acontecerem. Mas, eles garantem que tudo bem. "A gente briga, mas se entende e brinca de novo", diz Eduardo Molina, de 9 anos, que tem o futebol como a brincadeira preferida, assim como Miguel Aguiar, de 6. "Gosto de pique-esconde, mas futebol é mais legal", conclui Miguel. E menina também entra neste jogo. Maria Eduarda arrisca até uns dribles.

Apesar do futebol arrebatar votos, a preferida da maioria é 'Queimado'. "É a melhor brincadeira de todas", avisa Pedro Costabeber, de 13 anos.

Apesar da tranquilidade da região, as mães afirmam ficar de olho. "Estamos sempre por perto. Alertamos eles por causa dos carros e a violência também preocupa, melhor prevenir", alerta Laís Aguiar.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie