O Dia Baixada

Pacientes renais têm tratamento em risco

Atraso no repasse de verba prejudica Duque de Caxias e Nova Iguaçu

Nova Iguaçu - A falta de pagamento está colocando em risco o tratamento de pacientes renais em Duque de Caxias e Nova Iguaçu. Segundo a Associação dos Renais e Transplantados do Estado do Rio de Janeiro, os municípios não têm repassado a verba para clínicas que tratam da doença pelo SUS e o tratamento pode ser suspenso.

Em Duque de Caxias, o atraso da prefeitura com a Segumed passa de R$ 2 milhões, e com a Prontocardio, está em R$ 1.888.636,09. Cerca de 570 pacientes podem ser prejudicados.

A Prefeitura de Nova Iguaçu tem uma dívida total de R$ 1.751.136,01 com a Clínica de Doenças Renais (CDR), o que pode ameaçar aproximadamente 352 pacientes em tratamento. O município de Caxias informou que para a Prontocardio, foram pagos R$2.873.350,81, e para a Segumed, R$1.734.747,33 líquidos. Já a Prefeitura de Nova Iguaçu disse que os pagamentos de janeiro a junho de 2017, foram efetuados e os demais estão em andamento.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie