Vida Saudável

Campanha alerta sobre doenças vasculares e promove atendimento gratuito

Iniciativa é da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro (SBACV-RJ), que chama a atenção para o AVC e o enfarte

Rio - Principal causa de morte no Brasil de acordo com o Ministério da Saúde, as doenças do aparelho circulatório — como AVC e enfarte — são o foco de uma campanha de prevenção que a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro (SBACV-RJ) realiza neste mês. Amanhã, haverá o primeiro atendimento gratuito ao público. Médicos da entidade estarão das 9h às 15h, na Praça Cinelândia, no Centro do Rio, para dar orientações sobre cuidados à população.

Estrutura batizada de Artéria Gigante abriga exposição interativa sobre doenças vasculares Divulgação

Segundo o angiologista e cirurgião vascular Carlos Peixoto, cerca de 80% das doenças vasculares estão relacionadas à ateroesclerose, depósito de placas de gordura e cálcio no interior das artérias. Sobrepeso, obesidade, diabetes, colesterol alto, hipertensão, sedentarismo e tabagismo aumentam as chances de desenvolvimento do problema. Mas a boa notícia é que esses fatores de risco são evitáveis com mudanças de hábitos.

"AVC e enfarte são as duas doenças mais comuns no mundo. Preocupa o fato de as pessoas estarem sendo acometidas por isso cada vez mais jovens. Prevenção é o melhor tratamento", diz Peixoto, presidente da SBACV-RJ.

Nesta quarta-feira, também estará na Cinelândia uma estrutura inflável batizada de 'Artéria Gigante'. Dentro dela, visitantes poderão entender as patologias vasculares de forma interativa, em uma exposição sobre varizes, trombose, aneurisma, arteriosclerose e problemas obstrutivos.

O Setembro Vascular ainda vai promover ações em escolas e universidades para alertar crianças e jovens sobre a prevenção precoce das doenças circulatórias. 

Audiência com vereadores

A SBACV-RJ fará uma audiência pública na Câmara Municipal do Rio de Janeiro amanhã. Segundo Carlos Peixoto, o objetivo é estabelecer, junto ao poder público, uma campanha anual de conscientização das doenças vasculares.

Também estará na pauta a discussão de melhorias na assistência médica à população. Segundo um levantamento feito pela sociedade em todo o estado, quase 3 mil pacientes aguardam consulta em cirurgia vascular — a maioria é candidata a tratamento de varizes nas pernas. Além disso, 60% dos diabéticos com ferida que procuram atendimento nas emergências da capital são submetidos à amputação.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie