Estresse pode trazer problemas para a pele, unhas e cabelos

Técnicas de relaxamento e exercícios físicos ajudam a combater problema

Por O Dia

Unhas podem quebrar devido ao estresse
Unhas podem quebrar devido ao estresse -

Rio - Muita gente não imagina, mas quem sofre de estresse pode ter a pele, unhas e cabelos afetados. O organismo ativa diversos tipos de hormônios e assim começam os aparecimentos repentinos, como acne, queda dos fios e infecções na pele. Técnicas de relaxamento, como meditação, aliadas à prática de exercícios físicos, ajudam a combater o problema. 

Em uma situação estressante, o cérebro libera diversos tipos de hormônios, afetando os órgãos. Já as glândulas suprarrenais liberam cortisol, que em excesso, reduz a resistência à infecções. “A pele fica mais quebradiça, apergaminhada e muitas vezes com marca nas unhas, porque ela fica mais sensível aos fatores externos como sol, vento e frio, gerando coceira. Os cabelos podem cair, ficar sem brilho ou até sofrer um processo de miniaturização, ficando pequenos e frágeis. As unhas começam a quebrar”, alerta Murilo Drummond. 

Ainda de acordo com o médico, a primeira providência é partir para uma vida mais saudável. Outras dicas são: deixar os problemas para serem resolvidos no horário do trabalho, com intervalos adequados para as refeições balanceadas e paralelamente tratar a pele com orientação do dermatologista. "Meditação, exercícios e massagens, são ótimas maneiras de se ajudar. Além disso, um médico especializado deve acompanhar o paciente e orientar o possível uso de vitaminas e antioxidantes", diz Drummond. Banhos com muita água e pouco sabonete, uso de hidratantes adequados e filtro solar, também são medidas positivas. 

Tratamentos

“Os tratamentos variam caso a caso, mas podemos citar diversos tipos de máscaras capilares que substituem o condicionador, além de loções hidratantes e fortalecedoras para as unhas. Para o corpo o lactato de amônia, além de tratamentos com aparelhos fundamentados na radiofrequência ou no ultrassom.”, afirma Murilo Drummond.

A queda de cabelo pode ter vários tipos de causas, portanto o primeiro passo é identificar o motivo para depois iniciar o tratamento correto. “Quando a causa é hereditária, fazemos o tratamento com aparelhos, que na realidade são grandes lâmpadas de LED, por 20 minutos. Essa luz estimula o bulbo capilar e o crescimento de novos fios”, finaliza.

Últimas de Vida Saudável