Resgate na autoestima e força na peruca

Projeto atende pacientes que perderam o cabelo em sessões de quimioterapia

Por

Curso 'Força na Peruca' qualifica moradores de comunidades carentes para a fabricação do acessório
Curso 'Força na Peruca' qualifica moradores de comunidades carentes para a fabricação do acessório -

Rio - Criado há sete anos pela Fundação Laço Rosa, o Banco de Perucas Online superou a marca de 6 mil famílias atendidas em todo o país neste ano. Com o portal reformulado, os pedidos pela internet agora têm filtros por estilo de cabelo, comprimento e cor. Segundo a fundação, o projeto tem o objetivo de resgatar a autoestima de pacientes que perderam cabelo com as sessões de quimioterapia. As doações são feitas para pacientes com qualquer tipo de câncer, de todas as regiões do Brasil.

O Banco de Perucas Online pode ser acessado no site www.fundacaolacorosa.com, no menu 'Banco de Perucas'. Nele, é possível realizar pedidos e fazer cadastro para doar cabelos, que são transformados em perucas por alunos do curso de qualificação 'Força na Peruca', que já formou três turmas de alunos de comunidades carentes do Rio. "Eles ganham um ofício, recebendo todas as orientações para fazer desse aprendizado um negócio. A contrapartida é destinar parte da produção à Laço Rosa", diz Marcelle Medeiros, presidente da fundação.

DIAGNÓSTICO

Em relação ao diagnóstico, a doutora Santuzza Kelmer, da clínica ProEcho, reforça orientação: a mamografia deve ser feita a partir dos 40 anos. Se houver histórico da doença na família, a frequência do exame deve estar de acordo com o grau de risco de desenvolver a doença, que deve ser calculado pelo ginecologista.

Comentários

Últimas de Vida Saudável