Consumo de frutas no verão traz vantagens para a saúde, além de refrescar

Elas ajudam a manter a pele bonita e contribuem para dieta leve e rica em líquidos na estação mais quente do ano

Por Luana Dandara *

Entre os produtos com queda de preços, destacam-se a cebola, batata-inglesa, tomate, frutas e carnes
Entre os produtos com queda de preços, destacam-se a cebola, batata-inglesa, tomate, frutas e carnes -

Rio - O verão começou há nove dias e além do calorão, a estação oferece frutas típicas deliciosas, que trazem diversos benefícios à saúde. Nessa época, o corpo necessita de hidratação em dobro, por conta da exposição ao sol com mais frequência e aumento da transpiração. As frutas da temporada cumprem o papel de auxiliar na reposição de água e sais. O consumo de alimentos da estação também traz outras vantagens, entre elas, o sabor mais apurado e preços vantajosos.

Segundo a nutricionista Luna Azevedo, o ideal é ingerir de três a cinco frutas ao longo do dia, seja em natura, junto à refeição, ou nos formatos de suco e smoothie. "O smoothie nada mais é que frutas com iogurte ou leite vegetal, e gelo, batidos no liquidificador. É legal acrescentar alguma semente, como linhaça", diz ela. "Há diversas formas de consumo de frutas no verão. Dá para fazer sopas frias, picadas em saladas de folhas, ou fazer um suco verde, com vegetal e gengibre", acrescenta.

Já a endocrinologista Juliana Garcia recomenda diversificar ao máximo a escolha das frutas, para ter um aporte de vitaminas mais completo. "Em um país tropical como o nosso, quanto mais variedade de frutas melhor". Ela destaca o abacaxi para a estação mais quente do ano, por ser rico em antioxidantes, que previne algumas doenças como arteriosclerose e inflamações em articulações, e vitamina C, que fortalece o sistema imunológico. "Dê preferência às frutas com casca, e acrescente fibras, como farelo de aveia e linhaça, ou proteínas vegetais, tipo amêndoas e nozes", recomenda a médica.

Por conta do calor, as frutas podem ser armazenadas na geladeira, o que vai garantir não só a conservação por mais tempo, mas também uma sensação de refresco no consumo. Para evitar que a fruta escureça, o chamado escurecimento enzimático, a nutricionista dá a dica de espremer um pouco de limão quando ela for cortada. "No calor, a fruta amadurece mais rápido, e se uma estiver muito madura influencia as outras. Por isso, guardar na geladeira o alimento higienizado e seco é a melhor forma", aconselha Luna. "Para transportar as frutas, é saudável guardá-las em potes de vidro, ao invés de alumínio, que é um metal pesado, ou plástico".

Entre as frutas da estação estão desde a framboesa, que ajuda a evitar as rugas causadas pelo sol, o damasco, que é um aliado na manutenção do bronzeado, até as mais tradicionais. A melancia, que tem cerca de 90% da polpa constituída por água (veja mais no quadro ao lado), é um bom exemplo.

INCHAÇO

Uma das principais queixas da temporada, o inchaço também pode ser amenizado pelo consumo de frutas. O excesso de calor faz com que as veias dilatem, e o corpo tem mais dificuldade de eliminar o acúmulo excessivo de água no organismo. O resultado são membros inchados, aumento da região abdominal e pele com aspecto mais brilhante. "As mulheres, por questões hormonais, têm a tendência maior em reter líquido, associado a vasodilatação que acontece no corpo nesta época", explica a endocrinologista.

Alguns aliados da saúde são a água de coco, que fornece bons carboidratos, auxilia na excreção renal do sódio e ainda hidrata, e o kiwi, que além de potássio, possui grande quantidade de fibras e vitamina C. Caso o inchaço persista após mudanças de hábitos alimentares e introdução de exercícios físicos, é preciso procurar um médico para descobrir a causa, que pode ser alteração nos rins ou até complicações cardiológicas.

VEJA AS PROPRIEDADES DAS FRUTAS

As frutas da estação mais quente do ano trazem diversos benefícios para o organismo, além de saborosas. Confira as principais:

Abacaxi, ameixa, kiwi, lichia e nectarina: ricas em antioxidantes e vitamina C, fortalecem o sistema imunológico e ajudam no bom funcionamento do intestino.

Côco: fonte de potássio, torna-se um excelente aliado quando o assunto é retenção de líquido provocada pelo consumo excessivo de sal.

Damasco: fruta rica em vitamina C e betacaroteno, auxilia na manutenção do bronzeado e influencia na saúde do coração.

Framboesa: um dos alimentos que mais possuem fibra, além de ótima fonte de cálcio, potássio, magnésio e ferro.

Manga: fonte de vitaminas, fósforo, cálcio e proteínas, aumenta a resistência e fortalece os ossos. Uma dica é usar a fruta para compor saladas com folhas escuras, como a rúcula.

Melão: sinônimo de antioxidantes, vitaminas e minerais, essa fruta minimiza riscos de doenças como hipertensão, resfriados e gripes. Também melhora o funcionamento intestinal por conta da celulose

Melancia: com ação diurética, tem cerca de 90% da sua polpa constituída por água, ajudando na hidratação. Também contém licopeno, capaz de melhorar os danos na pele causados pelo sol.

Pêssego: contribui para uma aparência bonita na pele, por conta do efeito antioxidante. Contém ainda sais minerais, vitaminas A, C e do complexo B, carboidratos e fibras.

Uva: rica em açúcar, interfere na disposição do organismo. Um de seus componentes, o resveratrol, protege as células com ação antioxidante, anti-inflamatória e benéfica ao sistema circulatório.

* Estagiária sob a supervisão de Angélica Fernandes

Comentários