58 pessoas ficaram feridas em ataques em diferentes cidades do Iraque

Por julia.sorella

Bagdá - Pelo menos 25 pessoas morreram nesta sexta-feira, entre elas um candidato às próximas eleições parlamentares, e 58 ficaram feridas em ataques em várias cidades do Iraque, informaram à Agência Efe fontes da polícia.

Cinco civis morreram e 23 ficaram feridos na explosão de um carro-bomba em um bairro da cidade de Al Touz, na província de Salah ad-Din, ao norte de Bagdá. As fontes detalharam que a explosão causou destroços em 15 casas e sete veículos. Na mesma cidade, a explosão de uma bomba em um mercado popular deixou quatro mortos e 18 feridos.

Além disso, sete homens armados foram executados pelas forças de segurança em batidas na região de Suleiman Bek, também situada em Salah ad-Din. O coronel Miqdad Mohammed, diretor de uma seção da Polícia Criminal de Kirkuk (250 quilômetros ao norte de Bagdá), e seu irmão Mahmoud, um antigo oficial do exército, morreram alvejados por um grupo perto dessa cidade.

Em um ataque semelhante realizado por homens armados, o presidente de uma comissão de energia em um distrito ao norte da cidade de Baquba (a nordeste de Bagdá) morreu e outro funcionário do governo local ficou gravemente ferido. As fontes acrescentaram que um civil morreu e outros três ficaram feridos pela explosão de uma bomba em Baquba, enquanto outras quatro pessoas sofreram ferimentos por outra explosão na região de Amina, ao norte de essa cidade.

Em outro incidente, um civil e um policial morreram e outras sete pessoas ficaram feridas após a detonação de um veículo carregado de explosivos em uma esquina do populoso bairro xiita de Cidade de Sadr, região leste de Bagdá.

Com tom de crime político, o xeque Hamza al Shomari, candidato às próximas eleições legislativas, foi morto a tiros na região de Al Gazaliya, no oeste da capital iraquiana. A vítima, que pertencia ao bloco político liderado pelo clérigo radical xiita, Moqtada al-Sadr, foi morto com armas com silenciador. Um policial também morreu e outros três ficaram feridos na explosão de um carro-bomba perpetrado por um suicida contra um posto de controle perto do comando de Operação da província ocidental de Al-Anbar ao norte de seu capital, Ramadi.

As fontes acrescentaram que um alto comando do exército iraquiano saiu ileso e três de seus escoltas ficaram feridos em um atentado com carro-bomba durante a passagem do comboio em que estavam na cidade de Biji, cerca de 200 quilômetros ao norte de Bagdá.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia