Haidar al Abadi argumentou seu pedido no fato de que o Iraque não conta com os recursos necessários para isso

Por victor.duarte

Iraque - O primeiro-ministro do Iraque, Haidar al Abadi, pediu nesta sexta-feira a cooperação internacional para reconstruir as infraestruturas e indústrias destruídas nos territórios tomados pelo grupo Estado Islâmico (EI).

Ao discursar no Fórum Econômico Mundial da cidade suíça de Davos, Abadi argumentou seu pedido no fato de que o Iraque não conta com os recursos necessários para isso, menos agora com a redução do preço do petróleo - produto que representa 85% do orçamento público.

Primeiro-ministro do Iraque%2C Haidar al Abadi%2C falou no Fórum Econômico Mundial da cidade suíça de DavosEfe

O primeiro-ministro iraquiano assegurou que o Estado Islâmico "está em queda, não em ascensão", e destacou os avanços militares conseguidos contra o movimento terrorista. "Há apenas seis meses, Dash (como se denomina o Estado Islâmico em árabe) ameaçava Bagdá e nosso futuro era incerto. Hoje, com o apoio de nossos aliados e nossos vizinhos, o impulso que tinha recebido foi parado, e inclusive se reverteu", comentou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia