Por cadu.bruno

A ausência da diva Lady Gaga, por motivo de saúde, no Rock in Rio pode gerar enxurrada de ações na Justiça. O presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Luiz Martins, do PDT, estuda uma ação civil pública contra a organização.

"Tem gente que veio de outros estados só para ver a Lady Gaga, que era a principal atração da noite. Mesmo quem entrar hoje na Cidade do Rock vai ter apenas a prestação parcial do serviço. Os consumidores também poderão entrar com ações individuais por dano moral", explicou Martins.

O deputado vai encaminhar um ofício à organizaçáo do evento pedindo explicações.

Para o presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), Eduardo Biondi, os maiores prejuízos são para os fãs que gastaram dinheiro com passagem e hospedagem só para assistir ao show da Lady Gaga.

"Esse consumidor tem direito à indenização suplementar em função dos gastos extras. Agora, quem decidir ir para ver a apresentação do Maroon 5, o Código do Consumidor entende que aceitou outra oferta equivalente", explicou Biondi.

Você pode gostar