Mais Lidas

Astério Pereira dos Santos deixa Secretaria Nacional de Justiça e Cidadania

Ele deixa o cargo em meio à crise na Segurança Pública entre os governos estadual e federal e alega 'foro íntimo', mas as más línguas dizem que declarações do ministro da Justiça Torquato Jardim seriam a verdadeira motivação

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Em meio à crise de Segurança Pública, o Rio perde um grande aliado na esfera federal. Astério Pereira dos Santos deixou a Secretaria Nacional de Justiça e Cidadania, do Ministério da Justiça. Ele estava no cargo há menos de oito meses.

No ofício do pedido de exoneração, Astério alega "foro íntimo", mas, dizem as más línguas, que a verdadeira motivação seriam as recentes declarações feitas pelo ministro da Justiça, Torquato Jardim, acusando políticos e comandantes da Polícia Militar de serem coniventes com o crime organizado.

Ofício do pedido de exoneração de Astério Pereira dos Santos do cargo de Secretário Nacional de Justiça e CidadaniaDivulgação

Astério foi secretário de Administração Penitenciária (Seap) de 2003 a 2006, na gestão estadual de Rosinha Garotinho. Para assumir o cargo no Ministério da Justiça, ele pediu aposentaria no Ministério Público do Rio de Janeiro.



Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia