Por caio.belandi

Nova Iguaçu - De pois do sucesso da batata de Marechal Hermes, chegou a vez do batata do K11. Inaugurada há pouco mais de uma semana, o point está fazendo sucesso em Nova Iguaçu. A barraca de batata frita chegou a vender cerca de duas toneladas logo no primeiro dia de funcionamento. Mal a equipe da ‘Mais batata’ abre os trabalhos na Praça do K11 e os clientes já fazem logo fila. “Eu passo por aqui e fico com vontade de comer, mas a fila é sempre enorme. Hoje cheguei cedo e consegui ser a segunda a ser atendida”, disse Carla Rodrigues, de 50 anos.

A ideia de trazer o sucesso da Zona Norte para a Baixada foi dos empresários Jorge Mantilha, 39, e Bruno Fuligno, 29. Os amigos tinham a vontade de abrir um negócio juntos e resolveram arriscar. “Nossa ideia inicial era fazer apenas uma tentativa, não imaginávamos que ia dar certo, não tão rápido”, conta Jorge. “Em uma semana de funcionamento tivemos que providenciar mais fritadeiras. No primeiro dia tínhamos 8, agora temos 13 e já vamos passar para 20”, ccompleta Bruno.

Jorge Matilha e Bruno Fuligno%2C donos do negócio%2C com seus funcionários. Batata já é sucesso em Nova IguaçuCleber Mendes/Agência O Dia

E o sucesso foi rápido mesmo. Nas redes sociais o vídeo de divulgação alcançou 637 mil visualizações em menos de uma semana. E é nas redes sociais e promoções que os sócios têm investido. As generosas porções de batatas fritas são acompanhadas de frango a passarinho, bacon e calabresa, além de molhos ao gosto do freguês. Mas para comer uma porção é preciso esperar. Teve gente, que esperou quase três horas na fila. Mas garante: “Vale a pena! No dia da inauguração eu cheguei 9h30 e saí já ia dar meia noite. Demorou, mas estava muito gostoso, até compensou. Prova disso é que eu voltei”, garantiu Oto Luiz, 15, que aguardava na fila.

Para deixar a espera agradável, na fila são servidos ‘tira gostos’. “É uma maneira de amenizar a demora. O cliente fica até mais feliz”, afirma Bruno. Os clientes aprovam. “Tem degustação, o atendimento é ótimo! Enquanto esperamos, fazemos amizade na fila”, conta Fátima Henriques. As batatas são ‘in natura’, descascadas por uma máquina e cortadas manualmente. O preço varia de R$ 15 a R$ 30. Na maior delas, o cliente leva três quilos de batatas. O atendimento é diário, a partir das 18h.

Você pode gostar