Gás para a intolerância?

Por

Doutores em Educação têm opinião semelhante sobre o assunto. Henrique Sobreira, da Uerj, diz ser um retrocesso essa decisão do Supremo. "O Estado laico foi criado pelos países protestantes para defender a liberdade religiosa. Nossa tradição de hegemonia católica influencia o Estado a defender religiões cristãs. Estamos indo em contramão à posição que os países civilizados adotam em relação ao ensino religioso em escolas financiadas pelo dinheiro público".

Marcus Tavares, doutor em Educação pela PUC-RIO, afirma que tal decisão vai em contramão ao respeito a diferença e a diversidade. "Sabendo do histórico de confronto e perseguição as religiões de matriz africana e da nossa realidade de intolerância, a decisão corrobora com o enfrentamento às minorias e com a não tolerância com o diferente", frisa.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários