Complicou, Vascão...

Time perde para o Atlético-PR e se distancia de vaga na Liberta

Por

Nenê arrisca de longe: apatia  no segundo tempo custou caro ao Vasco, que se complica por vaga na Liberta
Nenê arrisca de longe: apatia no segundo tempo custou caro ao Vasco, que se complica por vaga na Liberta -

O Vasco correu, lutou, mas, após 11 jogos invicto sob o comando do técnico Zé Ricardo, voltou a perder no Brasileiro: 3 a 1 para o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Com o resultado, viu as chances de voltar à Libertadores se reduzirem ultrapassado pelo Atlético-MG, caiu para nono lugar, com 50 pontos, e está a dois do Botafogo, que fecha o G-7.

O jogo começou acelerado. O Atlético-PR se lançou ao ataque e o Vasco adotou a mesma postura. Quem balançou a rede, porém, foram os donos da casa, com Thiago Heleno, aos 15 minutos. O gol não abalou o Vasco, que, dois minutos depois, buscou o empate. Nenê cobrou escanteio, o goleiro Weverton se jogou em direção à bola, mas o zagueiro Wanderson fez contra.

O gol acalmou o time de Zé Ricardo, que soube suportar a pressão do Atlético-PR. Apesar de novo susto, em chute de Guilherme, aos 19 minutos, para difícil defesa de Martín Silva, Wagner, aos 27, quase virou o placar, em cabeçada rente ao travessão. O Atlético-PR criou outras boas chances de gol, com Éderson, aos 28, Douglas Coutinho, aos 35, e Lucas Fernandes, aos 43, mas parou no goleiro uruguaio, destaque do primeiro tempo.

No segundo tempo, o ritmo caiu e o Vasco ainda perdeu Breno, com uma lesão no joelho esquerdo. O time sentiu a saída de seu xerifão e, embora Paulinho, aos 15, quase tenha marcado o chute saiu rente à trave de Weverton , sofreu o segundo gol.

Douglas Coutinho, aos 18, chutou forte, no canto de Martín Silva, e fez 2 a 1 para o Atlético-PR. Cinco minutos depois, Fabrício, de cabeça, após escanteio cobrado por Felipe Gedoz, marcou o terceiro gol e acabou com qualquer chance de reação vascaína.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários