Por thiago.antunes
Publicado 22/11/2017 23:51 | Atualizado há 3 anos

Rio - A crise na saúde municipal do Rio ganhou mais um capítulo. Por conta da falta de medicamentos e insumos, os pacientes que estavam com cirurgias marcadas no Hospital Municipal da Piedade tiveram os procedimentos cancelados. Segundo funcionários da unidade, que pediram para ter a identidade preservada, pelo menos 100 pessoas atendidas ontem no hospital foram liberados sem agendar suas cirurgias.

“Não há como fazer cirurgia de hérnia, pois estamos sem a tela cirúrgica. As operações de mama e ovário também foram canceladas devido à falta de material para a biopsia. Cirurgias de cálculo renal também foram suspensas. O hospital está sem anestésicos e medicamentos como antibióticos e anti-inflamatórios”, detalhou um funcionário.

Funcionários da UPA Costa Barros colaram cartazes%3A 'Luto pela saúde'Divulgação

A penúria na unidade se agravou há 15 dias. Na quarta-feira, profissionais estão convocando uma manifestação. “Apesar de estarmos com pelo menos 30% dos leitos disponíveis, não podemos receber pacientes por conta da falta de material”, completou outro funcionário. A direção da unidade garantiu que as cirurgias eletivas canceladas
deverão ser incluídas no mapa cirúrgico dos próximos dias.

No estoque de medicamentos do município, do total de 244 remédios, apenas 57 estão disponíveis. A falta de material fez com que a UPA de Costa Barros, atendida pela Organização Social (OS) Iabas, suspendesse o atendimento a maioria dos pacientes. Na terça, funcionários colocaram cartazes na porta denunciando as péssimas condições de trabalho.

Ontem, o prefeito Marcelo Crivella anunciou que os salários de novembro dos funcionários das OSs serão pagos no prazo (até o quinto dia útil de dezembro). E que os de outubro também já têm recursos garantidos— R$ 58 milhões liberados esta semana— e entrarão na conta nos próximos dias. Mais R$ 30 milhões foram repassados para o reabastecimento de medicamentos e insumos, que começarão a chegar às unidades amanhã.

Você pode gostar