Direito de resposta

Escreva ????????????? ????????????? ????????????? ????????????? ????????????? ????????????? ????????????? ????????????? ????????????? ????????????? ????????????? ?????????????

Por ASSINATURA REPÓRTER

Não há provas de que o prefeito Marcelo Crivella recebeu R$ 450 mil da Fetranspor, como afirmou delator (capa). Entre 2010 e 2012 o prefeito Crivella assumiu o Ministério da Pesca, portanto, sem qualquer relação com o Sistema de Transporte do Rio de Janeiro, não tendo concorrido também a eleição para prefeito em 2012, período em que o delator alega ter entregue recursos.

Quando assumiu a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Crivella negou o aumento da tarifa de ônibus pedido pela Fetranspor, que, inconformada, recorreu à Justiça e obteve decisão favorável, concedendo o aumento.

Crivella recorreu da decisão e conseguiu derrubar o aumento apresentando argumentos que ensejaram a posterior redução da tarifa por 2 vezes no ano de 2017.

Além disso, a Fetranspor veio a público declarar que não reconhece como verídica as afirmações do delator.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários