Por
Publicado 08/01/2018 19:59 | Atualizado 09/01/2018 03:00

O novo diretor do Detran-MG entregou sua carteira de motorista ontem. "Vou parar de dirigir e vou aguardar o processo", disse César Augusto Júnior, que tem 120 pontos na carteira e instaurou procedimento contra ele mesmo.

O diretor foi penalizado 18 vezes por ultrapassar o limite de velocidade em até 20%. Por três vezes, a multa foi por andar entre 20 e 50% acima do limite permitido e por quatro vezes, por avançar o sinal vermelho, infração gravíssima.

Apesar de ter pago quase todas as multas, ele alega que nunca tinha recebido as notificações. Augusto Júnior também atribui a pontuação a terceiros, como familiares e motoristas.

Você pode gostar
Comentários