Por

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, pretende discutir com os colegas da Corte Eleitoral o veto automático a registro de candidatura de políticos que se enquadrem na Lei da Ficha Limpa, em meio à controvérsia com a pretensão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de retornar ao Palácio do Planalto em outubro.

"Vou avaliar com os colegas de tribunal se essa praxe das liminares vai ser entendida sob esse ângulo também. Se as liminares são de segunda instância ou são liminares que não têm mais o condão de suspender a inelegibilidade", disse Fux.

Ontem, o ministro também anunciou a implantação de uma auditoria em tempo real que será feita, por amostragem, em urnas eletrônicas no dia das próximas eleições. A inspeção do software vai servir para eliminar dúvidas quanto à segurança da votação. Sobre o voto impresso, ainda será preciso esperar a decisão do STF.

Você pode gostar
Comentários