Por

Balanço da PRF mostrou que a colisão traseira foi o tipo de acidente mais registrado nas rodovias federais em todo o país, no ano passado. Foram 16.114 ocorrências provocadas por esse abuso de velocidade nas estradas.

Um dos acidentes mais graves registrados recentemente ocorreu na noite do Natal passado, na BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), em Três Rios, no Centro-Sul Fluminense, quando seis pessoas morreram, entre elas três crianças. As vítimas trafegavam em dois carros por um trecho em mão dupla, no KM 176, quando houve a colisão frontal.

Em abril do ano passado, três jovens da mesma família morreram num Ford Fusion, na altura da universidade Estácio de Sá, no Centro do Rio, após o veículo bater na lateral de um Nissan Sentra. Com o impacto, o teto do Fusion, que capotou várias vezes, foi arrancado.

Nos dois casos, as investigações, com base também no estado do que sobrou dos veículos, sugerem que o excesso de velocidade foi um dos principais componente das tragédias.

Você pode gostar
Comentários