Por

As disputas entre traficantes e milicianos no Bateau Mouche começaram em junho, mas, se intensificaram nas últimas semanas. Grupos rivais dentro da própria milícia disputam o controle da região.

Segundo a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas, a prisão de Anderson Luiz dos Santos, o Dande, que seria o chefe da milícia, em dezembro, acirrou a disputa. Dande e Hélio Albino Filho, o Lica, já disputariam o controle, com tiroteios entre o Bateau Mouche e a Chacrinha. Lica é procurado da Justiça. O Disque-Denúncia oferece R$ 2 mil de recompensa para quem der informações que levem à sua prisão. Entre as denúncias, está a de que desde a prisão de Dande, preços de gás aumentou na região.

Você pode gostar
Comentários