Por bianca.lobianco

Com o objetivo de fomentar ideias para a construção de aglomerados produtivos no Brasil, o ISEC (Instituto Serrano de Economia Criativa) realizará, nos dias 23 e 24 de maio, o 2º Seminário Serrano de Economia Criativa (http://www.serracriativa2013.com.br/) no Teatro Municipal de Nova Friburgo. Os temas centrais serão inovação, design, arquitetura, urbanismo e audiovisual. O evento, que acontece das 9h às 18h, discutirá inovações que promovam desenvolvimento econômico e caminhos para soluções de problemas urbanos.

Ana Carla Fonseca Reis%2Cé uma das palestrantes do Seminário de Economia Criativa da região SerranaDivulgação

Segundo Michelyne Silveira, produtora do evento, o encontro promoverá a reflexão em torno da reestruturação urbana e criatividade, e, com isso, atrairá investimentos para abertura de novos mercados na Região Serrana. Hoje, a região detém cerca de 36 mil empregos, dos mais de 493 mil do Estado do Rio, do setor de bens e serviços criativos. Com base na última pesquisa realizada pela Firjan sobre o assunto, o núcleo criativo fluminense gerou, em 2011, PIB equivalente a R$ 18,6 bilhões, o que corresponde a 4,1% de tudo o que é produzido no Brasil. O país está entre os maiores produtores de criatividade do mundo, atrás apenas de Inglaterra, Espanha, Itália e Holanda.

No evento, serão realizados quatro painéis: “Inovação e os caminhos do desenvolvimento”; “Caminhos da inovação para construção de territórios criativos”, “Design – novos paradigmas para negócios tradicionais” e “Articulação de arranjos para desenvolvimento regional”.
Após a catástrofe da Região Serrana em 2010, o economista Raymundo Ribeiro resolveu criar o ISEC para propor novas soluções para a região.
Publicidade
Você pode gostar