Shoppings do Rio abrem 3.700 vagas para Natal

Chances não exigem experiência. Bom desempenho resulta em contratação. Salário passa de R$ 2 mil

Por O Dia

Rio - As festas de fim de ano estão se aproximando e com elas a abertura de vagas temporárias no comércio para as vendas de Natal. Com remuneração que pode passar de R$ 2 mil, as chances são maiores nas lojas de pelo menos dez shoppings do Rio que já abriram mais de 3.700 vagas para as funções de caixa, estoquista e vendedor. Para quem busca o primeiro emprego, as oportunidades são ótimas. Especialistas em RH afirmam que este tipo de oportunidade não exige experiência e funciona como uma pré-seleção para entrar no mercado.

Bruna Machado trabalhou no Natal de 2012 na loja Dess To%2C no Shopping Tijuca%2C e em fevereiro deste ano foi chamada para uma oportunidade efetivaUanderson Fernandes / Agência O Dia

Dados do setor comprovam isso. Estudo da Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem) mostra que nos últimos três anos uma média de 15% dos postos temporários terminaram em contrato fixo.

Mais efetivados

Ano passado foram 23.500 trabalhadores efetivados de um total de 157 mil. Segundo Márcia Costantini, vice-presidente da Asserttem, caso se mantenha a média de 5% de crescimento de vagas nos últimos cinco anos, a quantidade de empregos para o período natalino pode ser de mais de 164 mil em todo o país, elevando a efetivação para 24.600. A vice-presidente da Asserttem diz que o trabalho é vantajoso para os dois lados.

“O empresário não tem custo com a seleção e o funcionário temporário ganha todos os direitos trabalhistas, com exceção do aviso prévio e multa do FGTS”, explica Márcia Costantini.

Flavio Cardoso, franqueado da loja Imaginarium do Shopping Grande Rio, diz que na seleção de candidatos neste período, existe um grande percentual de jovens que buscam o primeiro emprego ou com pouca experiência.

“As empresas querem pessoas que sejam proativas, abertas a aprender nos treinamentos e que busquem não um emprego extra, mas sim a efetivação no mercado de trabalho”, avalia Cardoso.

Requisitos

Comprometimento, dinamismo e flexibilidade de horário são requisitos na escolha de candidatos. Gerente de RH da rede de lojas Bagaggio, Patrícia Monteiro lista mais alguns deles. “É bom ter boa apresentação pessoal, saber lidar diante das dificuldades com o público, ter iniciativa e determinação”, aconselha.

Elaine Libutti, gerente de RH da marca Ri Happy, diz que o espírito de equipe e a facilidade de adaptação também são importantes.

Dedicação faz a diferença para conseguir a efetivação

Dedicação é a palavra chave destacada pela coordenadora de e-commerce da rede de lojas Aquamar, Betania Landeira Waldrich.

“Sabemos que a pessoa pode não ter experiência ou conhecimento anterior, mas com dedicação e amor ao trabalho todos podem conquistar seu espaço e se tornar ótimos profissionais”, avalia a coordenador. “Considere-se parte do time desde o primeiro dia”, complementa Betania.

Emanuele Cristina Lima Ribeiro, de 23 anos, trabalhou como vendedora temporária durante o período de Natal de 2012 na loja The Guest Shoes do Santa Cruz Shopping, na Zona Oeste do Rio, e em pouco mais de dois meses foi contratada.

“Em princípio ficaria só em dezembro. Entretanto, em janeiro fui convidada para cobrir férias de uma colega e em fevereiro ocorreu o mesmo. Neste tempo surgiu uma vaga de uma vendedora, que foi promovida a gerente em uma outra loja, e acabei efetivada. Acho que a dica é dar sempre o melhor de si, agindo como se fosse um funcionário efetivo desde o início”, aconselha a vendedora.

Direitos e benefícios iguais a de um contratado

A jovem Bruna Machado de Souza, de 19 anos, trabalhou em dezembro do ano passado como auxiliar de vendas na loja Dess To do Shopping Tijuca. Dispensada após o Natal, foi chamada para uma vaga efetiva de vendedora em fevereiro deste ano.

“Fui a única das cinco temporárias chamada para a vaga. Acho que o meu bom desempenho fez a diferença”, avalia.

O contrato tem registro em carteira e prazo máximo de seis mesesDivulgação

O advogado trabalhista Cesar Romero Vianna esclarece que o trabalhador temporário tem os mesmos direitos e benefícios que um funcionário contratado pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), com o registro em carteira na condição de temporário.

“À exceção do aviso prévio e da multa de 40% do FGTS, mas aos depósitos mensais do FGTS ele tem direito”, explica. Segundo Vianna, os temporários têm contrato de três meses podendo ser prorrogado pelo mesmo período. “Extensão que só pode ser feita uma única vez”, esclarece o especialista.

Currículos nas lojas ou sites

O Santa Cruz Shopping abre 190 vagas. Currículos nas lojas ou www.santacruzshopping-rio.com.br/cadastrocurriculo.asp.

O Passeio Shopping, em Campo Grande, possui 500 chances. Inscrições pelo facebook.com/passeioshopping.

Há 700 oportunidades no Bangu Shopping. Currículos nas lojas, no SAC e no www.bangushopping.com.

O Shopping Grande Rio, em São João do Meriti, tem 600 vagas. Currículos no Espaço Cliente ou nas lojas.

O Boulevard São Gonçalo prevê mil postos de trabalho. Currículos no SAC, no 1º piso.

O Norte Shopping abre 300 vagas. Currículos nas lojas ou no SAC ou pelo site: www.norteshopping.com.br.

Em Jacarepaguá, o Center Shopping possui 50 vagas. Currículos nas lojas. Informações no SAC, pelo telefone 3312-5001 ou www.centershoppingrio.com.br.

No Plaza Shopping são 250 chances extras. Além das lojas, os currículos podem ser entregues no SAC ou por meio do facebook.com/plazashoppingniteroi.

Shopping Via Brasil, em Irajá, tem 110 vagas. Currículos no SAC. Informações: (21) 3445-8850

Shopping Tijuca conta com mais de 50 oportunidades. Inscrições no www.shoppingtijuca.com ou facebook.com/shoppingtijuca.

Últimas de _legado_Notícia