Por marta.valim

O percentual de cheques devolvidos caiu para 2,13% do total em abril, em relação à taxa de 2,21% registrada no mês anterior, segundo a Serasa Experian. Em abril de 2013, a taxa foi de 2,09%.

Apesar da queda em relação a março, o resultado de abril foi o mais alto para o mês desde 2009, quando a taxa de devolução foi de 2,22% do total de cheques compensados. Segundo a Serasa Experian, em abril deste ano foram devolvidos 1.339.857 cheques.

Para os economistas do grupo, a inadimplência com cheques aumentou como reflexo do encarecimento do custo do crédito (altas sucessivas das taxas de juros) e pela elevação da inflação, que afetam a capacidade dos consumidores de honrar seus compromissos.

No acumulado do primeiro quadrimestre de 2014, o percentual de devolução de cheques sem fundos foi de 2,11%, superior à devolução de 2,09% ocorrida ao longo dos primeiros quatro meses de 2013.

O estado que registrou maior percentual de cheques sem fundos foi Roraima, com 12,3% de devolução, enquanto o Amazonas teve a menor inadimplência, ao registrar taxa de 1,22%.

A região Norte liderou o ranking de devoluções com 4,37%. Já a região Sudeste ficou na outra ponta da lista, com o menor percentual por regiões, de 1,64%.

Você pode gostar