Por monica.lima

A Audi acelera na briga pelo mercado premium do Brasil em tempos de InovarAuto. O lançamento do A4 sedan 1.4 turbo antecipa o modelo que será montado na fábrica da VW no Paraná, em 2015. O sedã, compacto para os padrões americanos, é um modelo bem dimensionado, com medidas próximas às do primo Jetta e plataforma derivada do novo Golf VII. O expertise da Audi em produzir o A3, veterano em sua linha, refinou processos e aflorou soluções que fazem do A3 sedã um ótimo carro. A marca, que já vende o A3 com motor 1.8, propõe até preços mais palatáveis do que seus concorrentes diretos, a Mercedes-Benz C 180 e o BMW série 1. Por R$ 94,8 mil, é possível levar um A3 para a garagem. Se a opção for a versão Atracction, o preço é de R$ 99,9 mil.

O sedã%2C compacto para os padrões americanos%2C é um modelo bem dimensionado%2C com medidas próximas às do primo Jetta e plataforma derivada do novo Golf VIIDivulgação


Sob o capô, o mesmo motor premiado do Golf VII, o 1.4 turbo TFSI, com injeção direta, que despeja 122 cv nas rodas da frente. No controle, um câmbio de dupla embreagem e sete velocidades que pode levar o A3 aos 212 km/h. No pacote, além de ar condicionado, freios ABS com periféricos, sistema start-stop e airbags até de joelho. Na Atracction, há ainda volante multifuncional com ‘paddle shifts’ para trocas manuais e computador de bordo. Os opcionais são os bancos em couro, cores de pintura, sensor de estacionamento e teto solar.

O desenho agressivo e característico tem destaque na linha lateral, praticamente de um dois volumes e meio, com a traseira bem curta, e na dianteira, onde sobressaem os faróis com elementos diurnos em LEDs. Na traseira, os LEDs também estão presentes, em lanternas triangulares de corte reto e conjunto agradável.

No chão, a suspensão destila equilíbrio com sistemas Mc Pherson na frente e independente Multilink no eixo posterior. O acordo entre conforto e esportividade foca na pegada da marca, que é esportiva, embora a potência, em relação ao modelo 1.8, com 58 cv adicionais, deixe o 1.4 com aquele gostinho de quero mais acelerador. Mesmo assim, o novo A3 tem boa resposta na entrada e saída de curvas.

A marca, que celebra 20 anos de Brasil, está fazendo seu primeiro Open Haus para reforçar resultados que têm sido os melhores entre os carros premium em 2014.

PONTO-A-PONTO

? A Mazda irá compartilhar a nova geração do MX-5, o Miata, que relançou o roadster, com a Fiat. A versão italiana provavelmente será a nova Barchetta, sob o selo Abarth, a divisão esportiva
da marca de Turim.

? Com a pressão do governo americano, a GM convocou mais 2,7 milhões de veículos para recall. Na mesma onda, a Ford chamou 1,17 milhão e a Hyundai outros 137.500 Tucson com problemas. Na GM, já são mais de 7 milhões de carros, que reduzem seus ganhos em 85%. A marca também chamou no Brasil vários modelos, por falhas no filtro de combustível.

? Morreu Jack Brabham. Com ele foi-se o tempo heróico da F1. Jack Brabham construiu seus carros que o levaram a três títulos mundiais na categoria.

? Vários estados americanos retiram exigências para viabilizar as vendas do triciclo Elio. Considerado moto, pede habilitação específica e capacete. O Elio será fabricado em 2015, vai custar US$ 6,8 mil e andar 35,7 quilômetros com um litro de gasolina. O modelito já foi aprovado em testes de colisão com nota máxima.

? A crise na Argentina, que reduz as vendas entre os carros mais baratos em até 50%, motiva novo encontro com montadores e o governo do Brasil, seu maior importador. Na mesa, avaliações e a redução dos impostos locais.

? A Bentley celebra, no próximo domingo, sua volta a um circuito britânico, depois de 80 anos. Será em Silverstone, onde já reinou Ayrton Senna.

Mais fome de asfalto

O reestilizado Mégane R.S. 275 Trophy chega em vinte países por € 38 mil e muita disposição. Com 275 cv, 10 cv a mais que o R.S. anterior, o hatch francês ganhou chassis Cup e novos equipamentos que aprimoraram sua performance, como os amortecedores Öhlins e pneus Michelin. O modelo, estudado para o Brasil, ficou caro demais.

Elétrica pode chegar aos 350 

Apresentada em Carmel, Califórnia, no fim de semana, a Lightning LS-218 tem potência equivalente
a 200 cv e o dobro do torque de uma Ducati Panigale. A máquina, alimentada por motor elétrico
e bateria de íons de lítio, vai estar a venda no mercado americano no mês que vem.

Incentivo aos alternativos

Elétricos e híbridos terão desconto de 50% no IPVA e poderão circular sem rodízio em São Paulo. O projeto de lei deverá ser sancionado pelo prefeito Fernando Haddad. A iniciativa abre as portas para o incentivo real, com redução do IPI sobre modelos como o Prius.

Você pode gostar