Por O Dia

Rio - O narrador anuncia: “Aécio chamou para o seu governo as melhores cabeças”. E precisava? A gente entende tudo quando pinta aquele jovem âncora de estrutura capilar que não cabe na tela. Luciana Genro, o David Luiz do PSOL, não dá nem para a saída. Aliás, até Jandira nessa perdeu. O sujeito esconde a urna no quengo.

O time tucano reúne as melhores cabeças deste imenso Brasil capilarReprodução

Aí vem Dilmangangá dizer que o Brasil não sabe, mas está sendo palco das maiores obras da história. E discursa embaixo da torre de energia elétrica na divisa do Pará com o Amapá: “Ela tem só 29 metros a menos que a Torre Eiffel!”. E o pessoal desinformado viajando a Paris.

Com Miss Piggy e Caco, o Sapo fora do disputa, a presidenta investe no personagem Pessimildo, um ‘muppet’ tosco que na última aparição reclamou que está cheio de gente com cara de pobre no aeroporto.

A inspiração vem também de outro clássico oitentista, o Atrasildo, que ajudava Sílvio Santos a vender carnês do Baú. Quem está ali pelos 40, lembrou.

Aliás, voltando à questão peluda, é fato: nem os ventos da usina de Belo Monte desmontam o topete da presidenta.

E na série de retratos com personalidades influentes, Aécio posa ao lado do chapa Bill Clinton, o come quieto do Arkansas.

Últimas de _legado_Notícia