Por clarissa.sardenberg

Rio - O período eleitoral no Brasil gerou 674,4 milhões de interações no Facebook, um novo recorde para eleições nos registros da rede social, segundo informou a empresa nesta segunda-feira. As conversas sobre as eleições brasileiras envolveu 48,3 milhões de pessoas, o equivalente a 54% de todos os usuários ativos do Facebook no país.

O número é nada menos que o triplo do recorde anterior para um período eleitoral, as 227 milhões de interações registradas no pleito da Índia neste ano, um país com 1,252 bilhão de habitantes, seis vezes mais que o Brasil, e com o dobro de internautas, segundo a rede social.

Saiba: Nordestinos são atacados na web após reeleição de Dilma Rousseff

Internautas fazem piada após debate entre Dilma e Aécio

Até Inês Brasil apareceu entre os memes do debateReprodução Internet

Entenda: Da guerrilha ao desafio de comandar um país dividido

O diretor de relações institucionais do Facebook no Brasil, Bruno Magrani, disse que as eleições brasileiras foram "um dos maiores eventos vividos na plataforma neste ano". "Estamos muito felizes que a plataforma possa contribuir como um importante espaço para a conversa política na internet", afirmou Magrani.

O evento que mais provocou a participação dos usuários do Facebook na história da rede social foi a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, com três bilhões de interações.

Interações são computam publicações de textos, fotos, curtidas, comentários e qualquer conteúdo compartilhado. Os dados da rede social sobre a disputa eleitoral começaram a ser calculados desde o início da campanha, em julho. Dilma Rousseff (PT) foi reeleita no segundo turno das eleições com 51,64% dos votos, contra 48,36% de Aécio Neves (PSDB), segundo dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral após 99,99% da apuração.

Você pode gostar