Por O Dia

Rio - Se o card do UFC Rio 6 não empolga a torcida, os lutadores fazem mea-culpa e prometem aplicação tática em prol do show. Alguns combates chamam a atenção e podem ressuscitar brasileiros no Ultimate. Demian Maia engatou sequência de vitórias quando foi aos meio-médios, mas estagnou na divisão. Um bom resultado sobre Ryan LaFlare lhe dará impulso. Erick Silva teve a faca e o queijo na mão, mas nunca passou de eterna promessa. Chegou a hora de separar os meninos dos homens contra Josh Koscheck e engrenar. Que o novo campeão dos leves, Rafael dos Anjos, de passagem pelo Brasil, os inspirem. Aos 30 anos, ele é a prova de que nunca é tarde para realizar sonhos.

Lutadores brasileiros tentam evoluir no UFCRafael Paiva

O MILAGRE DE BETHE CORREIA

Bethe Correia tanto fez que conseguiu sua chance pelo cinturão peso-galo do UFC. E no Rio. No entanto, sinto cheiro de tragédia em solo carioca. Ao menos ela é franco-atiradora contra Ronda Rousey. Mas precisará de um milagre.

DEZ VEZES RAFAEL DOS ANJOS

Em conversa com Dedé Pederneiras, técnico da Nova União, ficou clara sua opinião sobre a superioridade técnica do atual campeão dos leves do UFC: “Se Rafael dos Anjos enfrentar Anthony Pettis dez vezes, ele vencerá as dez”, garante.

Últimas de _legado_Notícia