Por pedro.logato

Rio - O início de temporada da F-1 foi preocupante para os fãs: apenas 15 carros na largada, com a ausência da Manor Marussia (não concluiu seus carros), de Bottas (com dor nas costas), Kvyat (problema no câmbio) e Magnussen (motor estourou). As diferenças entre as equipes também atrapalharam: Mercedes sobra e Hamilton não deu chance a Rosberg; Williams e Ferrari estão no segundo pelotão; depois vem o resto, mais equilibrado; e, por último, a McLaren e sua carroça. Ainda assim, nós, brasileiros, temos o que comemorar na Austrália. Felipe Nasr estreou na categoria com uma corridaça e se destacou depois do imbróglio judicial que o deixou sem saber se poderia ir à pista. Boa largada, fez linda ultrapassagem em Sainz Jr. e ainda segurou com propriedade a RBR de Ricciardo e a Ferrari de Raikkonen. Para completar, tornou-se o brasileiro com melhor estreia: quinto lugar e único a pontuar. Nasr mostrou que não está na F-1 só pelos patrocinadores. Tem talento, mas vamos com calma. Ele cumpriu a missão de fazer a Sauber voltar a pontuar, mas não sabemos como será a evolução do carro no ano em uma equipe sem dinheiro. Mesmo assim a primeira impressão foi ótima.

Nasr terminou em quinto lugarReuters

CUSTOU O PÓDIO

Como em 2014, a Williams pecou na estratégia: Massa parou no box na hora errada, perdeu tempo atrás de Ricciardo e viu Vettel pegar seu lugar no pódio num equilibrado duelo entre Williams e Ferrari.

MCLAREN PASSA VERGONHA

A histórica dupla McLaren-Honda se arrastou na pista. Magnussen nem largou e Button (foto) parecia dirigir uma Marussia. Lento, foi o único a não pontuar. Só de terminar o GP foi milagre. Haja trabalho!

O CASO BIZARRO

A busca por dinheiro para sobreviver fez a Sauber viver situação vergonhosa. Ao deixar Giedo van der Garde fora, mesmo com contrato para 2015, a equipe levou cerca de R$ 152 milhões de patrocinadores de Nasr e Ericsson, dinheiro suficiente para quitar dívidas e montar o carro. O holandês buscou os direitos na Justiça e até foi ao box na sexta, mas sem a superlicença teve que desistir de correr. Que zona!

Você pode gostar