Beija-Flor promete revolucionar a história do desfile das escolas de samba

Entre as alegorias haverão índios, muitos índios, na escola quase toda, cada um vestido de uma forma

Por O Dia

A Beija-Flor promete revolucionar este ano a história do desfile das escolas de samba. Desde que o mundo é mundo o Carnaval é: alas com grupos de cem a 120 pessoas vestidas de forma padronizada da cabeça aos pés. Este ano, a Beija-Flor vai mudar tudo isso. Entre as alegorias haverão índios, muitos índios, na escola quase toda, cada um vestido de uma forma. Ao invés de alas serão grupos gigantescos de 400 pessoas vestidas de maneira diferente. Mas haverá ainda um grupo performático de cem pessoas com fantasias que se abrem e fecham... num efeito surpreendente. Os índios estarão todos com uma segunda pele cobrindo o corpo inteiro parecendo que estão todos nus. Essa é a grande novidade do Carnaval 2017.

Que Ivete Sangalo virá ao ensaio técnico da Grande Rio, dia 29, na Sapucai, todos já sabem. A supresa é que ela estará em cima do carro de som, puxando a massa, como em um trio elétrico.

Falando em Grande Rio... Xuxa vai ter um espaço reservado no camarote da agremiação na Sapucaí no Carnaval.