Loja do 'vestido da discórdia' diz que Marina sabia sobre o look de Golfarb

Empresa enviou um comunicado esclarecendo sua participação na polêmica.

Por O Dia

A loja Mares, responsável por representar a grife Maria Lucia Hohan, no Brasil, enviou um comunicado para a imprensa afirmando que não foi de sua responsabilidade o episódio tenso dos vestidos duplicados de Mariana Goldfarb e Marina Ruy Barbosa, em uma premiação realizada em São Paulo. Em nota, a loja disse que o modelo usado por Marina Ruy Barbosa foi adquirido fora do país.

. Entenda a polêmica entre Marina Ruy Barbosa e Mariana Goldfarb

Leia o comunicao na ítegra:

"É do conhecimento de todos os envolvidos no episódio que a marca Maria Lucia Hohan é representada pela Mares com exclusividade no país, de forma que, a partir do momento em que a atriz Marina Ruy Barbosa efetuou a compra do vestido vermelho fora do Brasil, não é de nossa responsabilidade.
A Mares tem um trabalho sério de mais de 25 anos de pesquisa de moda, trazendo marcas internacionais para o Brasil.  Temos total controle do que é vendido para cada evento afim de não haver jamais duplicidade. Inclusive era sabido por todas as partes que a apresentadora Mariana Goldfarb iria usar aquele modelo naquela noite antes mesmo do início do prêmio, portanto a Mares não tem qualquer envolvimento com a situação ocasionada pelos looks no Prêmio Geração Glamour."

Mariana Goldfarb e Marina Ruy BarbosaAg News e Reprodução/Internet