Conta social: uma grande família para os refugiados

‘Meu Amigo Refugiado’ que desmontar o preconceito de muita gente que pensa que refugiado está aqui para lançar uma bomba ou ‘se dar bem’ em nosso país

Por O Dia

Rio -  Já pensou ter que deixar o país onde você vive, abandonar família, profissão e sonhos, e fugir às pressas, muitas vezes apenas com a ‘roupa do corpo’? Pois foi praticamente assim que mais de 8 mil estrangeiros chegaram ao Brasil. Hoje são quase 28 mil solicitando refúgio em nosso país. Mas não é fácil ter que reconstruir a vida num lugar de estranhos. Para acolher essas pessoas e lhes proporcionar um pouco mais de dignidade, a NBS, em parceria com a plataforma Migraflix, lançou o projeto ‘Meu Amigo Refugiado’. “A ideia é desmontar o preconceito de muita gente que pensa que refugiado está aqui para lançar uma bomba ou ‘se dar bem’ em nosso país”, conta André Lima, VP de Criação da NBS. No Natal, famílias brasileiras convidaram refugiados para participar da ceia em suas casas. Na nova fase da ação, um jantar especial de Páscoa amanhã em um fino restaurante de São Paulo reunirá famílias brasileiras e de refugiados.  

INVENÇÕES COM ‘JEITINHO BRASILEIRO’ QUE PODEM SER EXEMPLOS

Uma esponja reutilizável capaz de absorver o óleo e filtrar a água em mares e rios; embalagens feitas com fécula de mandioca, 100% biodegradáveis e compostáveis, e tijolos ecológicos produzidos com lixo que ajudam a reduzir a emissão de CO2. São algumas das novidades da exposição ‘Inovanças - Criações à Brasileira’, que a Finep abre terça, no Museu do Amanhã.

Exposição ‘Inovanças - Criações à Brasileira’ estreia terça no Museu do AmanhãDivulgação

UMA LIÇÃO DE SOLIDARIEDADE, MESMO NA CRISE

Mesmo em tempos de crise, a solidariedade fala mais alto. A equipe do RioSolidario se surpreendeu ao superar em 58% a meta de arrecadação em sua campanha de Páscoa deste ano. Servidores públicos de vários órgãos do governo do estado, como a AgeRio, doaram mais caixas de bombom que no ano passado. A expectativa era alcançar o total de 650 unidades, mas o número chegou a 1.027 unidades arrecadadas. A campanha incluiu ovos de Páscoa: foram cerca de 700 doações.

Também chamou a atenção o aumento de doadores ‘pessoa física’. Como o motorista Cléber da Cruz Gomes, de 51 anos, que mobilizou os amigos da pelada semanal em um clube na Gávea.Com mais doações, foi possível atender, além das crianças das três creches e do abrigo para vítimas da violência doméstica do RioSolidário, mais sete instituições, entre elas a Casa Abrigo betel, que atendeu 80 crianças. 

NITERÓI PREPARA ATLAS COM FOTOS DA POPULAÇÃO

Bastam uma máquina fotográfica ou um celular na mão e uma linda vista pela frente. Moradores de Niterói estão convidados a fotografar áreas verdes preservadas na cidade. As melhores fotos serão publicadas no Atlas das Unidades de Conservação do município, que será lançado na Semana do Meio Ambiente, em junho.

Niterói conta com nove áreas de conservação, entre a quais, Parque Estadual da Serra da Tiririca, Reserva Ecológica Darcy Ribeiro, Reserva Extrativista Marinha de Itaipu (foto) e as APAs do Morro do Gragoatá, da Água Escondida e Morro do Morcego.

O Atlas envolve técnicos da Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade e professores da UFF. O arquivo digital das fotografias deverá ser enviado para o e-mail atlasucsniteroi@gmail.com até o dia 30. O edital do concurso está no site www.smarhs.niteroi.rj.gov.br.

BOAS AÇÕES

O CasaShopping se une à cervejaria Stella Artois na campanha de combate à crise mundial de água. Entre os dias 28 e 30, copos especialmente criados para a ação terão renda revertida para projetos da ong water.org, fundada pelo ator americano Matt Damon. Cada copo de vidro de 275 ml custa R$ 19,90.

Outra ação bacana também para combater o uso de copos descartáveis. Desde que passou a apoiar o projeto Copo Permanente, a Zamboni já deixou de descartar 123 mil copos/mês, contribuindo para um planeta mais limpo e preservado. Cada colaborador, ao ser admitido, recebe um squeeze para uso permanente.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia e a Exímia lançam nova campanha para estimular a doação de cabelos para mulheres em tratamento de câncer. O #Fortalizese 2017 conta mais uma vez com a atriz Alexandra Richter como embaixadora. Ano passado, foram 13 mil doações de cabelos para o projeto Força na Peruca, da Fundação Laço Rosa.

Em sua 16ª etapa, o projeto Cinemaneiro, apoiado por Lamsa, Prefeitura do Rio e Instituto Invepar, leva a moradores do Complexo da Maré técnicas de produção de documentários. As próximas etapas serão na Cidade de Deus e em Del Castilho.

O projeto já qualificou mais de mil pessoas e produziu mais de 50 curtas-metragens para diversos festivais.

Últimas de _legado_Notícia