'Se eu expusesse a minha vida pessoal, faria mais dinheiro', diz Fiuk

fiuk

Por O Dia

Ele foi criado sob os holofotes, mas não deixou que o mundo mágico das celebridades afetasse quem ele era. Fiuk, no ar em ‘A Força Do Querer’, é novo, mas sabe bem o que quer e o que não quer. Ele, que veio de um hiato para pensar sobre o que queria da vida, agora está mais certo do que nunca: Quer ser feliz e viver do que ama. A música, a atuação, a família e a namorada, de quem não fala nem com muita insistência. Em uma entrevista exclusiva e muito franca à coluna, o filho de Fábio Jr e irmão de Cléo Pires falou sobre as dores e delícia do mundo da fama, e tudo o que isso já custou a ele.

FiukDivulgação


Primeiro faz um balanço desses 100 capítulos da novela.

Cara, está sendo um traba lho incrível, estou atuando com as pessoas que eu mais queria atuar, pessoas que eu vejo desde criança. Está sendo uma grande escola pra mim e cada dia que passa vejo que eu amo atuar, eu me descubro mas, arrisco mais. Está sendo uma experiência incrível! Tanto profissionalmente, quanto de vida mesmo.

 Como está a reação na rua? Porque e o cara tem uma louca por perto,
aquela mulher é louca!
É meio doida, eu acho que ali foi uma coisa de paixão, que a gente não consegue controlar mesmo, sabe?

Então tem a ver com aquele mistério lá né?

Eu acredito que sim, a Gloria ela não me fala as coisas. Ela me deixa sofrendo, ela fala uma coisa ou outra. É que eu gosto muito da novela, eu fico enchendo o saco também, eu gosto de saber o que está acontecendo.

Qual e seu grau de interesse, no misticismo?  Você acredita até que ponto,você já foi a alguém que já fez previsões da sua vida, como é sua relação com isto?

Ah, eu acredito em tanta coisa Léo. Acredito nas energias, acho que a gente de alguma forma é energia, então acredito muito nas coisas que não vejo, sabe? Tem uma frase que é “Ver para crer”, e eu sou, mas do “Crer para ver”. Sigo muito minha intuição, acredito que tenha um lado, um pouco espiritualizado, não sei se é assim que fala...

Mas, você tem religião?
Religião assim, de fato, eu não tenho, mas acredito no amor. Eu tenho fé, eu tenho muito esperança, eu tenho o meu Deus, eu não sei o que exatamente. Eu acredito em tudo isso, gosto de ter um contato um pouco mais profundo com a natureza. Eu adoro as questões da vida, me questionomuito, acho legal e muito interessante.

Vem cá! Cleo Pires. Li que você sonha em atuar com ela, é isso mesmo?
Tenho vontade sim. Ela é foda,não é porque e minha irmã não, mas, eu morro de vontade. Nem imagino como deve ser, não imagino o que a gente vai sentir sabe? Porque vai ser completamente diferente, a gente tem uma coisa de admiração um pelo outro. Eu atuei com meu pai, mas a gente não chegou a fazer um personagem. Foi aquele especial de fim de ano, era eu sendo eu, e ele sendo ele. Tive o prazer de atuar com ele, mas não foi em um personagem. Quero atuar com a Cleo como personagem,sabe?

O que é diferente das outras atrizes? Tanto da consciência de si própria, quanto de muita personalidade, ela tem muita personalidade!

Eu acho que ela segue aquilo que ela acredita, e isso eu admiro muito! Porque no final das contas, a gente não é perfeito, a gente é até o con trário né? A gente foge das nossas verdades, não queremos assumir as nossas verdades, então neste ponto eu acho muito bonito sabe? Que ela acaba se questionando junto com o público dela, ela acaba abrindo talvez alguns defeitos dela, às vezes algumas características que podem talvez parecer estranhas, então acho isso muito legal. A vida é isso, a vida não é para ser perfeita, a vida é pra ser vivida, pra ser descobertal. Dentro do mundo dela que acho muito mas delicado. Das mulheres, das divas, sei lá como fala. Então eu acho bonito o jeito que ela assume mesmo a vida, do jeito que ela é, as fases da vida dela.

Teve um hiato na sua carreira ano passado. Você parou de cantar e atuarpra ver o que você queria, o que que foi esse momento?

Respeitei minhas questões. Você sabe como a vida é né, Leo, tem hora que você tem que pagar suas contas, tem hora que você tem que fazer as coisas. Saí da banda, fiz meu primeiro CD solo e a partir disso rolou uma pressão muito grande de todos os lados, das pessoas que trabalhavam comigo, de entrar em um movimento musical. Eu quase cheguei a gravar um CD que não era tanto o meu estilo. Então comecei a não ficar tão à vontade e eu não sabia o que era. Fui respeitando este tempo, me questionando. A minha ideia nunca foi entrar em movimento, eu faço o que eu amo, componho o que amo, eu tive bandas que amava, então é um preço, mais caro que paguei, mas é o meu caminho sabe? Me sinto muito em casa respeitando esse tempos, coisa que eu nunca fiz. Já cheguei até a lançar clipes que eu nunca queria ter lançado.

É mesmo?

Quando a gente é moleque, a gente vai e é isso ai. Só que eu comecei a ficar não tão a vontade com essa história. A musica às vezes tem o tempo dela, às vezes a música sai em um dia, e às vezes em uns seis meses, sabe? E eu nunca entendi isso, então a partir do momento que eu entendi, eu pensei: posso respeitar este tempo! Posso esperar para deixar uma obra pronta. Por mais que eu precisasse muito da gravadora, e das pessoas que estavam comigo, optei por um caminho, por uma verdade que sinto que tem dentro de mim, uma verdade que eu preciso falar. Tem muita coisa que preciso fazer. Ou eu seguia outro caminho que não está errado também. Acho que cada um é cada um e nenhum caminho errado, mas acho que esse não era um caminho que era meu. Enfrentei tudo isso. Por mais que eu sofra agora, que fique um tempo parado, voltei a ser criança sabe? Voltei a compor em lugares que eu compunha, peguei meu violão velhinho lá de trás, fui voltando para o meu eu. Fui achando todo o prazer de novo, sabe? A gente tem que respeitar as ideias às vezes, por mais que levem um pouco mais de tempo.

Porque você não fala, pra quem era “Quero toda noite?”, música que você fez

É que eu não entrego o jogo assim, né?

Você não fala mais da sua vida pessoal, não é mesmo?

Hoje em dia eu pago o “óbvio”. A gente nunca vai agradar tudo mundo. Entendi que a nossa vida é tão preciosa! Eu faço as coisas, não para tirar foto, Foram relacionamentos com um bocado de coisa legal, só que quando eu vi tinham umas mil pessoas mandando na gente, decidindo o que teríamos que fazer ou responder.

Quando a gente está apaixonado, a gente quer falar, gritar para o mundo não quer?

Sim! A gente quer falar, a  gente quer deixar a pessoa feliz.

Mas você também não sente vontade de gritar para o mundo quando está apaixonado?

Acho que estou respeitando muito o tempo das coisas 

Você acha que o artista, acaba  ganhando financeiramente quando expõe a sua vida privada ?

Cara, eu tinha que me preocupar muito mais com o dinheiro, do que eu me preocupo!

Mas você concorda que se explorasse seu lado celebridade, se você expusesse mais a sua vida pessoal, talvez você fizesse, mas comercial! Estou errado ou estou louco?

Eu concordo! Eu concordo plenamente, mas até isso eu estou aprendendo a me respeitar, sabe? Eu tenho que me respeitar também. Exemplo: Não e porque todo mundo tem instagram, que eu tenho que ter também. Então tem coisas que eu poderia, mas não faço.

Você vende post em instagram?

Bem pouco, só quando tem a ver comigo, eu não me considero, talvez, uma pessoa que pensa em dinheiro sabe? Eu tenho um monte de coisa que eu quero viver, tem um monte de coisa que eu quero falar, então eu vejo a vida de uma outra forma. Eu penso assim, se acontecer isso em algum momento, aconteceu! Não é uma coisa tipo, “ah, meu Deus, nunca, mais na minha vida eu vou...”. Mas estou respeitando isso sempre, e não é porque tem quinze pessoas do meu lado dizendo que eu tenho que fazer, que eu vou fazer.

E isso foi uma decisão sua, não foi uma decisão da Isabela?

Ai meu Deus! De quem? Eu não sei de quem você está falando!

Ai,Fiuk! Éq ue você nunca falou o nome dela né? Você já falou alguma vez o nome dela, em entrevista?

Não!

E criticas, como é que você as recebe?

A gente nunca vai agradar todo mundo..

Claro que não! Ninguém agrada todo mundo!

É, e eu tenho meu teto de vidro. Então temmuitos motivos que as pessoas podem inventar sobre mim, Só por elas não gostarem de mim de graça!

Porque que teu teto e de vidro, Fiuk? Desde quando?

As pessoas falam, “ai, tem um pai famoso”, acham que ninguém pode estar onde está por mérito. Acham: “Ah, ele está ali por ser sobrinho de alguém famoso”, nunca porque tem mérito.

Quando acabar a novela, você vai retomar a carreira de cantor? Você já está com músicas gravadas?

À principio, sim! Tudo pode acontecer e a vida é mui to imprevisível. Mas eu pretendo, tô numa vibe para fazer esse CD, acho que eu estou uns quatro anos para gravar esse CD.Estou voltando, tirei tudo a minha volta que me arrancasse um pouco de pedaço, sabe? Tô sempre no youtube, indo fundo, ligando meu amplificador, vou montar uma banda e ensaiar. Voltei do princípio. Faço o que eu amo, quero mudar as coisas que eu acredito nas pessoas, quero poder ser eu e dane-se.

E o Fiuk que as pessoas vão ver vai ser o verdadeiro fiuk então né? Aquele autêntico, não vai ser aquele que o sistema  mandou não né?

É, eu não vou entregar nada, mas vai ser muito legal, muito diferente!