Sem ajuda eletrônica

Sérgio Cabral e e sua turma podem ter conversa reservada com os advogados, sem aparato eletrônico

Por O Dia

O ex-governador Sérgio Cabral e e sua turma, Wilson Carlos e Carlos Miranda, podem ter conversa reservada com os advogados, sem aparato eletrônico, diz a juíza Caroline Figueiredo. Ela autorizou Miranda a ter atendimento psiquiátrico e a trabalhar na Cadeia Pública Frederico Marques.